Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Setembro amarelo

IFG realiza ações pela valorização da vida

Criado: Quinta, 20 de Setembro de 2018, 09h44 | Última atualização em Quinta, 20 de Setembro de 2018, 09h51

As atividades integram programação interinstitucional do setembro amarelo

Estudantes do Lyceu na oficina de artes
Estudantes do Lyceu na oficina de artes

O IFG-câmpus Cidade de Goiás, em parceria com outras instituições públicas da cidade, participa de uma programação especial para o mês "Setembro Amarelo" de valorização da vida e prevenção ao suicídio. Ontem, dia 19 de setembro, os estudantes do 7º ano do Colégio Lyceu visitaram o câmpus para participar de uma oficina ministrada por professores e estudantes da Licenciatura em Artes Visuais e do EJA em Artesanato em que foram confeccionados cartazes com palavras positivas para serem utilizados no próximo dia 26 na caminhada pela valorização da vida.

O professor de Artes Wagner Falcão iniciou a oficina com uma conversa sobre a importância da aceitação da diferença para uma boa saúde mental. “Nós aqui devemos ter ações para valorização da vida ir contra todo o discurso da violência, acolher e propagar o acolhimento, a inclusão e aceitação de todo tipo de diferença”. Em seguida, a professora de Literatura Meire Lisboa leu uma poesia da filósofa Viviane Mosé que ressalta a importância da expressão da dor, da angústia e do sofrimento por meio da palavra e da arte. Divididos em grupos de seis, os estudantes foram orientados a pensar palavras e frases de apoio e acolhimento para serem colocadas em cartazes da cor amarela.

À noite, a psicóloga do IFG, Cláudia Trindade, foi mediadora na mesa de debate realizada na câmara municipal com o tema: “Setembro amarelo: vamos conversar?”. O professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) Welson Santos mostrou que a taxa de suicídio é maior entre os adolescentes de 14 a 16 anos: “uma das maiores causas é a grande expectativa da família e da escola e a sexualidade, o conflito entre o que estou percebendo o que sou e o que esperam que eu seja”, ressaltou. Ele lembrou que a melhor ferramenta para combater o suicídio é o amor.

No dia 18 também foi realizada uma roda de conversa sobre o tema com os estudantes do ensino médio do IFG no pátio.

A próxima ação prevista é a Caminhada pela Valorização da Vida no dia 26 a partir das 08h da manhã com saída da praça do Elivel e participação de todas as instituições envolvidas.

 

Confira a programação

 

Comunicação Social/câmpus Cidade de Goiás

Fim do conteúdo da página