Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Pesquisa

Estudantes do IFG Aparecida mostram resultados de pesquisa na Agro Centro-Oeste Familiar 2018

Criado: Terça, 15 de Maio de 2018, 13h34 | Última atualização em Terça, 15 de Maio de 2018, 13h51

Alunos de Agroindústria e Química falaram de estudos que desenvolveram sob orientação do professor Antônio Zenon

Os estudantes falaram sobre suas pesquisas aos visitantes da Agro Centro-Oeste 2018 e receberam elogios pela importância dos trabalhos

Alunos dos cursos técnicos em Agroindústria e em Química do IFG – Câmpus Aparecida de Goiânia levaram experiências de pesquisas à Agro Centro-Oeste Familiar 2018, realizada no Câmpus São Luiz de Montes Belos da Universidade Estadual de Goiás (UEG). Orientados pelo professor Antônio Zenon Antunes Teixeira, os estudantes Iury Felix Vieira, Raylla Katllen de Souza, João Victor Oliveira e Kamila de Souza Neves mostraram aos participantes do evento pesquisas que abordaram, respectivamente, o consumo de corantes alimentares e o efeito de interações bioquímicas entre plantas que interferem no crescimento das raízes de cebola.

A alelopatia, que refere-se ao efeito das interações bioquímicas de uma planta para outra, é estudada para se conhecer o potencial de uma planta em afetar o crescimento ou inibir a germinação de outras plantas. Com base em estudos de alelopatia, João Victor Oliveira e Kamila de Souza Neves, do curso Técnico Integrado em Química, analisaram esse potencial em diferentes concentrações de extratos da resina do vegetal Croton urucurana em cebolas. Em experimentos com variação de concentração e tempo, os estudantes concluíram que a resina C. urucurana inibe significativamente o crescimento radicular das cebolas

Já os estudantes Iury Felix Vieira e Raylla Katllen de Souza, do curso Técnico Integrado em Agroindústria, avaliaram a citotoxicidade dos corantes alimentares por bioensaio em cebola. Normalmente adicionados aos alimentos para torna-los mais atraentes aos consumidores, o corante quando consumido em excesso pode causar danos à saúde. Para avaliar a intensidade desse efeito, os estudantes analisaram a citotoxicidade de três corantes alimentares em diferentes concentrações, utilizando cebolas para a verificação. Eles verificaram que todos os corantes provocaram inibição no crescimento das raízes conforme o aumento de sua concentração na planta. No pôster apresentado no evento, eles destacam “a importância de evitar ou reduzir o consumo de alimentos processados que apresentam as presenças corantes alimentares sintéticos”.

O professor Antônio Zenon conta que os estudantes foram elogiados por professores visitantes da Agro Centro-Oeste Familiar, por terem desenvolvido trabalhos simples mas com resultados de importância significativa. O evento, realizado de 9 a 11 de maio, é uma feira de exposições da agricultura familiar e integra estandes das entidades representativas dos agricultores familiares e dos órgãos públicos parceiros a atividades como palestras, seminários, minicursos, rodas de conversa e ações culturais.

 

Imagens dos alunos na Agro Centro-Oeste Familiar

 

Poster

POTENCIAL ALELOPÁTICO DE Croton urucurana Baill NO CRESCIMENTO DE RAIZES DA CEBOLA (Allium cepa L)

Poster

AVALIAÇÃO DA CITOTOXICIDADE DOS CORANTES ALIMENTARES POR BIOENSAIO EM CEBOLA (Allium cepa L)

 

Coordenação de Comunicação Social e Eventos / Câmpus Aparecida de Goiânia

Fim do conteúdo da página