Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Parceria

Proposta de curso de Extensão em área de infraestrutura é apresentada ao Exército

Criado: Sexta, 10 de Maio de 2019, 20h22 | Última atualização em Quarta, 22 de Maio de 2019, 15h06

Além do curso na área de construção cívil, novo curso de informática está sendo elaborado para se tornar mais uma opção de formação para militares temporários

O Câmpus Formosa e o 6º Grupo de Mísseis e Foguetes do Exército Brasileiro, localizado em Formosa, estão prestes a colocar em prática na cidade uma parceria que já foi instituída oficialmente no Acordo de Cooperação nº 17-135-00, firmado entre a Reitoria do Instituto Federal de Goiás (IFG) e o Comando de Operações Especiais do Exército em abril de 2018. Uma reunião entre os dois órgãos foi realizada ontem, 9 de maio, na sala de reuniões, para apresentar uma proposta de curso de extensão para militares do Exército.

Reuniram-se no Câmpus Formosa a diretora de Ações Profissionais e Tecnológicas do IFG, Lilian Pascoa Alves; o diretor-geral do Câmpus, Murilo de Assis Silva; o gerente de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão (Gepex), Bruno Quirino Leal; o coordenador de Engenharia Civil, Agno Alves Vieira; e os membros do Exército, Tenente Jamil, Sargento Petry e Tenente Vieira.

O objetivo do Acordo é capacitar profissionalmente militares temporários em serviço militar e em período de desmobilização para sua reinserção no mercado de trabalho após sua saída da corporação. A capacitação se dará por meio de cursos de extensão a serem oferecidos pelo instituto. A proposta apresentada ao Exército nesta quinta-feira foi a do curso de Instalador de Hidráulica Residencial, que deverá ser avaliado pelo órgão, já que demanda gastos.

O gerente da Gepex afirmou que há a possibilidade da oferta de mais um curso na área de informática. A proposta será elaborada nos próximos dias e mais uma vez apresentada ao Exército para ser avaliada. É importante salientar que a oferta dos cursos passará pela análise e consentimento do Colegiado. Caso seja aprovado, já se fala em setembro o início do curso, com duração de três meses.

 

Setor de Comunicação Social/Câmpus Formosa

Fim do conteúdo da página