#CPGoiás

Campus Party Goiás será “invadida” pela comunidade acadêmica do Instituto Federal de Goiás

  • Imprimir
Criado: Terça, 27 de Agosto de 2019, 18h11 | Última atualização em Segunda, 16 de Setembro de 2019, 11h10

Dos 20 projetos selecionados para a Campus Future da #CPGoiás, 13 são do IFG, que também estará presente na programação

Integrantes do NUmbERS (Núcleo de Estudos Aplicados a Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos do Câmpus Inhumas) se preparam para apresentar projetos, acampar e participar da Campus Party Goiás. O Câmpus teve cinco projetos selecionados na Campus Future
Integrantes do NUmbERS (Núcleo de Estudos Aplicados a Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos do Câmpus Inhumas) se preparam para apresentar projetos, acampar e participar da Campus Party Goiás. O Câmpus teve cinco projetos selecionados na Campus Future

Já há alguns anos, a comunidade acadêmica do Instituto Federal de Goiás (IFG) participa intensamente das edições da Campus Party que são realizadas no país. Na Campus Party Goiás, essa participação será ainda maior, não só com caravanas visitando e acampando no evento, mas em especial com uma verdadeira “invasão do IFG” no dia 5 de setembro e integrando a programação da #CPGoiás. Dos 20 projetos aprovados na Campus Future, 13 são do IFG, desenvolvidos por alunos e servidores de diversos câmpus. Além disso, o IFG estará presente em workshops, painéis, palestras, bancadas e comunidades e também na área de Startup & Makers

 

Campus Future

Na Campus Future, espaço de exposições localizado na área Open da Campus Party Goiás, área que é gratuita, serão expostos projetos universitários e de cursos técnicos de nível médio. O objetivo é que esses trabalhos com soluções tecnológicas, desenvolvidos em ambiente acadêmico, sejam impulsionados com a possibilidade de se tornarem reais. São mentores da Campus Future: Lucas Almeida, Audir Costa, Daniel Lucena e Daniel Canedo, todos professores do Câmpus Luziânia.

SmartCap e Smartshoes: provendo acessibilidade a deficientes visuais por meio da Internet das Coisas será apresentado na Campus Future por alunas do NumbERS (Câmpus Inhumas). O boné que aparece na foto, Ele detecta obstáculos e pode ser utilizado por cegos
SmartCap e Smartshoes: provendo acessibilidade a deficientes visuais por meio da Internet das Coisas será apresentado na Campus Future por alunas do NumbERS (Câmpus Inhumas). O boné que aparece na foto detecta obstáculos e pode ser utilizado por cegos

 

Nesse espaço, o Câmpus Inhumas, por meio do Núcleo de Estudos Aplicados a Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (NumbERS), estará presente com cinco projetos expostos. Os projetos selecionados são: Desenvolvimento de aplicações IoT controladas por comandos de voz com Google Assistant (Discentes: Kayque, Gabriel e Italo); SmartCap e Smartshoes: provendo acessibilidade a deficientes visuais por meio da Internet das Coisas (Discentes: Layane, Stéfany e Dálety e Apoio: Elisa, Bruna, Geany, Camily e Jack); Smart Lab: gerenciamento de consumo energético por meio de aplicações IoT (Discentes: Luiz Felizardo, Julio e Marcos Paulo e Apoio: Fiqueira, Siqueira, Bruno Henrique e Thácio); TalkingPepper: uma pimenteira conectada à Internet (Discentes: Melquisedeque Victor Hugo e Karlos Daniel); e Smart e-health: telemedicina e monitoramento remoto da saúde de pacientes (Discentes: João Lopes e Eurípedes Rogério Sousa).

Câmpus Goiânia estará na Campus Future com quatro projetos de várias áreas do conhecimento. Um deles é Monitoramento de Poluição Atmosférica em Goiânia utilizando Nariz Eletrônico, que é um projeto interdisciplinar é coordenado pelo professor da área de Química, Fernando Schimidt, e pelo docente da área de Eletrônica, Carlos Roberto da Silveira Júnior, ambos do Câmpus Goiânia do IFG. O projeto conta com a participação de estagiários do curso técnico integrado em Eletrônica do Câmpus Goiânia (Victor Gabriel, Gabriel de Souza e Danilo Torres). Tem por objetivo construir um protótipo de um nariz eletrônico que será utilizado no monitoramento da poluição do ar em Goiânia, por meio do desenvolvimento de um sistema eletrônico para coleta e armazenamento de dados de sensores eletroquímicos de gases, temperatura e umidade. 

Um dos projetos do Câmpus Goiânia que estará na Campus Future é o foguete do Sky Rocket Team
Um dos projetos do Câmpus Goiânia que estará na Campus Future é o foguete do Sky Rocket Team

 

Outro projeto do Câmpus Goiânia é o Sky Rocket Team, que tem como integrantes o professor Vinícius Carvalhaes e os alunos de Engenharia Mecânica: Olair Rosa de Souza Junior, Francielle Silva Assunção de Almeida, Berkyson Hakene Carvalho dos Santos Silva, Rafael Cardoso Barbosa, Luan Carlos dos Santos, Edilson Rezende Barbosa Junior. O projeto do foguete também tem finalidade socioambiental: pulverizar nuvens, aumentando a possibilidade de precipitação de chuva, por meio da formação de uma gota coletora. Além da função ambiental, a equipe também foca seu trabalho no aprimoramento de protótipo para participação em competições. O foguete, intitulado Guarani I, tem 2,60 metros de comprimento, 150 milímetros de diâmetro e pesa 28 quilos. É feito de alumínio aeronáutico e fibra de vidro e sua estrutura é composta por tanque de combustível, motor de propulsão, eletrônica embarcada, paraquedas, payload (que é a carga útil do foguete) e coifa.
Desenvolvimento e construção de um carro modelo fórmula para competição Fórmula SAE é outro projeto do Câmpus Goiânia orientado pelo professor Vinícius Carvalhaes. Esse projeto será exposto na Campus Future, pela equipe Fórmula Goyá – FSAE/IFG, composta por estudantes de engenharia  e cuja finalidade é participar das competições de Fórmula SAE. O quarto projeto do Câmpus é Automatização de Sistema de Abastecimento de Reservatórios de Água Compartilhado, com participação dos alunos de Engenharia Elétrica, Mauro Benedito Ferreira, Edgar Vieira, Anderson Siqueira, e com orientação do professor Kelias de Oliveira. Trata-se de um projeto que automatiza o sistema de abastecimento de água, cujo abastecimento é compartilhado e é utilizada uma única bomba. É resultado de um trabalho de conclusão de curso.

Dois projetos integram participantes dos câmpus Senador Canedo, Aparecida de Goiânia e Goiânia, além de outras instituições, a exemplo da PUC-Goiás e Universidade Estadual de Goiás (UEG/Eseffego). Um deles é o das Luvas Transceptoras, que são luvas desenvolvidas no IFG e que traduzem a Língua de Sinais utilizando inteligência artificial, identificando os movimentos gestuais e comunicando estes movimentos na forma da língua escrita e falada, usando o computador como interface. O objetivo é auxiliar na comunicação entre o surdo e o ouvinte, entre o surdo e o cego, melhorar o ensino de Libras entre vários outros, com foco em inclusão social; integração da comunidade surda na Educação Profissional e Tecnológica; aprimoramento do ensino da língua de sinais; formação e capacitação de profissionais para a Educação Inclusiva da comunidade surda; e no desenvolvimento das Tecnologias Assistivas. Apresentarão o projeto: Iury Alves de Oliveira (Técnico em Automação Industrial -- IFG/Senador Canedo), Daniel Santos Santana (Câmpus Senador Canedo) e Priscila Freitas da Rocha Lustoza (Pedagogia Bilíngue – Câmpus Aparecida de Goiânia).

Hardware para medir o tempo de reação, outro projeto do IFG que estará na Campus Future e que consiste em um aparelho para medir o tempo de reação simples e o tempo de reação de escolha, avaliando aspectos neuromotores
Hardware para medir o tempo de reação, outro projeto do IFG que estará na Campus Future e que consiste em um aparelho para medir o tempo de reação simples e o tempo de reação de escolha, avaliando aspectos neuromotores

 

O outro projeto é intitulado Hardware para medir o tempo de reação, que consiste em um aparelho para medir o tempo de reação simples e o tempo de reação de escolha, avaliando aspectos neuromotores de maneira complementar em diferentes configurações de execução no hardware. Os tempos de reação simples e de reação de escolha são medidas de desempenho importante, com relevância funcional que tem sido alvo de inúmeras pesquisas em várias áreas devido às possibilidades de correlações e predições de inúmeras doenças neurológicas entre outras. O objetivo do hardware é identificar o grau de comprometimento neurossensório-motor utilizando tempo de resposta simples e de escolha e pode ajudar na detecção do grau de comprometimento de doenças como: Alzheimer, Parkinson, Esclerose Lateral Amiotrófica e outras. O projeto será apresentado por Matheus Pimenta Pacheco (Engenharia Ambiental – Câmpus Goiânia), Amanda Ferreira de Oliveira (PUC-GO) e Priscila Freitas da Rocha (Pedagogia Bilíngue – Câmpus Aparecida de Goiânia). Vitória Gomes da Silva (UEG/Eseffego).

Do Câmpus Jataí, dois projetos foram selecionados para a Campus Future. Um deles é o AcquaScan, do aluno João Carlos Nedopetalski, com orientação da professora Kennya Resende Mendonça. O sistema AcquaScan prevê o controle e monitoramento remoto dos parâmetros de qualidade da água em sistema de piscicultura utilizando conceitos de IoT (internet das Coisas). O protótipo é composto por sondas de oxigênio dissolvido na água, sólidos dissolvidos na água e temperatura, que fazem leituras dos parâmetros e as enviam para que possam ser visualizadas e monitoradas remotamente pelo piscicultor em um site.
O segundo projeto do Câmpus que foi selecionado é: Desenvolvimento de sistema domótico de monitoramento e controle remoto utilizando Internet das Coisas. O aluno Douglas Rodrigues Cavalcante, orientado também pela professora Kennya Resende Mendonça, fará a exposição do projeto, que trada do desenvolvimento de um protótipo de sistema domótico de monitoramento e controle remoto utilizando internet das coisas. O protótipo desenvolvido funciona por meio da utilização de leitura de sensores, computação em nuvem, interfaces e acionamento de cargas elétricas. Os usuários podem utilizar as funcionalidades do protótipo por meio de uma interface, sendo que através dela é possível fazer o monitoramento de algumas variáveis, como a abertura de porta e janelas, temperatura, umidade e chuva. Por meio da interface também é possível ativar e receber alertas de alarmes de chuva, intrusão e incêndio. Além disso, também é possível que os usuários façam o controle de algumas cargas elétricas, como luminárias, tomadas comandadas e trava eletromagnética.

 

Startup & Makers

Esse espaço fica localizado também na área Open e nele serão apresentados startups e projetos makers, com objetivo destacar e impulsionar empresas e projetos inovadores com soluções tecnológicas. Nesse espaço, o IFG estará representado com um único projeto, de uma startup do Câmpus Anápolis, intitulada A4U – agribussinessforyou. A startup A4U visa facilitar a vida de quem diariamente lida com o agronegócio, por meio de uma solução para dispositivos móveis. Por esse dispositivo, ao tirar uma fotografia de determinadas culturas (plantações) será possível realizar um diagnóstico informando se possui algum tipo de praga ou doença e como combater as mesmas. Integram esse projeto o aluno Matheus Evangelista Morais e o professor Antônio Borges Júnior.



Talks

Mas a apresentação do que é realizado nos diversos cursos do IFG não será apenas na Campus Future e no espaço Startup & Makers. Vários estudantes e servidores do Instituto Federal de Goiás irão apresentar workshops e palestras durante a Campus Party Goiás.

 

Câmpus Anápolis
Palestra: A magia com Yii PHP Framework: desenvolvimento rápido e ágil.
Aluno Matheus Evangelista Morais – Ciência da Computação

 

Câmpus Inhumas
* Núcleo de Estudos Aplicados a Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (NumbERS)
Workshop: Aplicações IoT e plataforma de serviços Dojot no contexto de Câmpus Inteligente
Integrantes: Rogério Sousa e Silva, Rúben França Xavier e Huakson Huilner Santos Lima

 

Câmpus Itumbiara
Palestra: Ensinando Programação para Crianças através dos Drones
Servidor da área de TI: Gesmar de Paula Santos Júnior

 

Goiânia Oeste
Painel: Junto à comunidade Grupy (Grupo de Desenvolvedores Python de Goiás)
Servidor da área de TI: Wanderson da Silva Marques (e outros dois participantes)
* Python é uma linguagem de programação para desenvolvimento de sistemas. O SUAP, sistema desenvolvido pelo IFRN e utilizado pelo IFG, utiliza essa linguagem.

 

Câmpus Goiânia
Palestra: Impressão 3D de A a Z/Aluno Joiro Rodrigues - técnico integrado em Eletrônica

Palestra: Deep Learning: a ficção em IA tem se tornado realidade/Professor Otávio Calaça

Palestra: Construindo sua Assistente Virtual Integrada a Dispositivos IoT com Python e Google Cloud /Egresso Cícero Joasyo Mateus de Moura

Tema da palestra: RISC V e Linux embarcado para desenvolvimento de soluções IOT com hardware aberto/Egresso Estevão Fonseca Veiga

Palestra: Desenvolvendo um Chat Bot com JavaScript/Hailton David Lemos

 

Câmpus Luziânia
Workshop Agrotech - Dia 6/9 – 11h: Microcontroladores e Programação Básica para Iniciantes no Mundo Maker - Abraão Freitas Medeiros (aluno) e Giovanna Nogueira Freire

Espaço Fórum Goiano de Software Livre/Bancada FGSL

Dia 4/9 – Das 22h às 23h45: Install Fest – Laboratório Metabotix
Dia 5/9 – Das 13h15 às 15h: Primeiros passos com o WEKA - Lucas De Almeida Ribeiro (professor)
Dia 6/9 – Das 16h15 às 18h: Primeiros passos em LaTeX utilizando Overleaf - Robson Barbosa (servidor)
Dia 7/9 - Das 16h15 às 17h: Eletrônica com papel 1 (sensor de umidade) - Daniel Baconcello Filho e Laboratório Metabotix (Eduarda Xavier de Oliveira, Letícia Xavier de Oliveira, Lucas de Oliveira Silva e Giovanna Nogueira Freire)
Das 17h15 às 18h: Eletrônica com papel 2 (pisca-pisca no papelão) - Daniel Baconcello Filho e Laboratório Metabotix (Eduarda Xavier de Oliveira, Letícia Xavier de Oliveira, Lucas de Oliveira Silva e Giovanna Nogueira Freire)

Palco STEAM (Área Open)
Dia 7/9 – 11h: O Fantástico Mundo do Open Hardware - Christiane Borges Santos (professora)

 

Caravanas

Durante os cinco dias da Campus Party Goiás, caravanas de diversos câmpus do IFG visitarão o evento, sendo que algumas ficarão acampadas. Do Câmpus Inhumas, a perspectiva é que mais de 75 pessoas, entre servidores e alunos, participem do evento, sendo que mais de 50 ficarão acampados. A caravana tem como líderes: Rogério Silva, Leandro Alexandre Freitas, Danila Fernandes Mendonça e Milena Bruno Henrique Guimarães.
Do Câmpus Goiânia, a perspectiva é que mais de 100 pessoas participem do evento, sendo que alguns alunos atuarão em um projeto do Alexandre Casemonstro, com o apoio do professor Sanderson Macedo (Sandeco), que também coordena a caravana. Muitos professores daquela unidade também vão participar do Fórum Internacional do Futuro do Trabalho, a ser realizado durante a #CPGoiás pelo Instituto Campus Party, MCI Brasil e Governo do Estado de Goiás.
A Caravana do Câmpus Luziânia será composta de 30 alunos, sendo liderados pela professora Christiane Borges Santos e pelo servidor Robson Barbosa. O Câmpus é uma das unidades do IFG que sempre tem participado das edições da Campus Party realizadas pelo país. 
Do Câmpus Águas Lindas, 30 estudantes virão para visita técnica no dia 5 de setembro, acompanhados pelo professor Leonardo Ramos, coordenador de Meio Ambiente. Está prevista a visitação de duas turmas do Câmpus Aparecida de Goiânia ao evento, de acordo com a Gerência de Pesquisa e Extensão, e os detalhes dessa visita ainda estão sendo definidos.
O Câmpus Itumbiara também planeja a visita de alunos e servidores na Campus Party Goiás, mas ainda definirá como se dará essa participação, assim como o Câmpus Formosa.
Do Câmpus Anápolis, cerca de 30 alunos se organizaram com o apoio do coordenador do curso de Ciência da Computação, Daniel Xavier de Sousa, e ficarão acampados em todos os dias do evento. Além desse grupo, está prevista a vinda de um ônibus para visitação no dia 5 de setembro. É de lá também que são os dois alunos selecionados como voluntários do evento (Jean Ramos De Moraes Sodré e Jeferson Marques de Souza). 
Outros câmpus do IFG também deverão estar presentes na Campus Party Goiás.

 

Confira a programação da #CPGoiás, com o dia e horários das atividades

 

Serviço

Campus Party Goiás
De 4 a 8 de setembro
Passeio das Águas Shopping
Saiba mais: https://brasil.campus-party.org/campus-party-goias/

Compre o ingresso com código de desconto: #IFGNACPGOIAS

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria/com informações dos setores de comunicação dos câmpus, coordenadores acadêmicos e de cursos e professores de diversos câmpus.