Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Festival

Formosa leva oito trabalhos para o Festival de Artes

Criado: Terça, 07 de Novembro de 2017, 19h07 | Última atualização em Quinta, 09 de Novembro de 2017, 12h39

O Festival segue até sexta-feira e será encerrado com a participação do músico Erick Castanho, professor do IFG/Câmpus Formosa

Um grupo de 27 alunos do Câmpus Formosa do Instituto Federal de Goiás (IFG) participa, a partir de hoje, do XIV Festival de Artes de Goiás que está sendo realizado no Câmpus Itumbiara. O Câmpus Formosa levará oito trabalhos de alunos que serão apresentados até a sexta-feira, 10 de novembro.

Quatro servidores acompanham os alunos, as professoras Adriana Martini Martins, Rosa Barros Tossini e Amanda Kallyne Pereira Silva, e o técnico-administrativo José Antonio de Oliveira.

Está entre os trabalhos inscritos Programa de rádio: histórias da música ocidental, a ser apresentado por alunos das 2ªs séries do curso de Biotecnologia, amanhã, das 14h às 19 horas, nas salas de aula do Câmpus Itumbiara. A Rádio Temporal participou da VIII Secitec do Câmpus Formosa e atraiu a atenção dos visitantes por associar de forma leve o conteúdo musical estudado – a história da música – à mídia rádio. Os ouvintes participam deste trabalho escolhendo uma das seis estações, que oferecem programas musicais diferenciados.

Nas exposições de artes visuais serão apresentados, na Galeria Aberta, trabalhos de fotografia, da aluna da 2ª série de Biotecnologia, Laís Santana Menêzes de Araújo, e de cordel, dos alunos Kaio Henrique Araújo Silva e Kárita Karyne de Mattos Brusnello, todos acompanhados pelo professor Edson Rodrigo Borges.  As exposições Ralo – Escoamento das Relações, Nós refugiados e Lágrimas do Sertão utilizam todo o espaço criando ambientes reflexivos.

Formosa também participa com música no Festival. A professora Rosa Barros realiza a oficina A clarineta como expressão da criatividade na Catedral Santa Rita de Cássia amanhã, das 14h às 17 horas, e também na quinta-feira, 9, no mesmo horário. A ideia é levar o projeto já instituído no Câmpus Formosa para o Festival, apresentando e instigando os participantes a conhecer este instrumento musical. A professora Rosa Barros também será responsável pelo espetáculo de dez minutos Divertimentos para clarineta, que será apresentado na tarde desta quinta-feira. Sessões orais e mesas-redondas dos trabalhos também fazem parte da programação.

Fora do script, extraoficialmente, os trabalhos Casa de Boneca e Código Morse, de alunos do Ensino Médio de Biotecnologia e Saneamento, integrarão a participação formosense na Galeria Aberta. Casa de Boneca é uma exposição visual que aborda a pedofilia e apresenta ao visitante pequenos detalhes presentes em um quarto de menina que denunciam o abuso sexual sofrido pela criança.

 

Setor de Comunicação Social/Câmpus Formosa

Fim do conteúdo da página