Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
16º Festival de Artes

Festival de Artes de Goiás reúne atrações culturais na antiga capital do estado

  • Publicado: Quinta, 14 de Setembro de 2023, 14h52
  • Última atualização em Sexta, 29 de Setembro de 2023, 17h25
imagem sem descrição.

Banda Francisco, el Hombre é a convidada para a noite de abertura, na terça-feira, 19, no Mercado Municipal da Cidade de Goiás

 

Depois de três anos sem o encontro presencial com o público, o Festival de Artes de Goiás, realizado pelo Instituto Federal de Goiás, chega à sua 16ª edição. Durante quatro dias de evento, de 19 a 22 de setembro, a Cidade de Goiás poderá vivenciar atividades de teatro, dança, música, literatura, artes visuais, audiovisual e ações interartes, que ocuparão palcos, ruas, telas e espaços culturais da antiga Vila Boa, convidando a população local, as comunidades acadêmicas das redes municipais, estaduais e federais de educação, além de artistas e fazedores de cultura de todo o estado, para uma imersão nos saberes do fazer e do apreciar obras que nascem da experiência e da experimentação artística, a partir do ensino e da aprendizagem.

Por se tratar de um Festival promovido por uma instituição federal de ensino, seu caráter educativo está presente em todas as ações, desde a temática escolhida para a edição, que é "Art((é))ria - irrigar, dilatar, circular", até a realização das oficinas e apresentações artísticas de estudantes e professores.

Uma das principais e primeiras atrações do Festival de Artes do IFG será a banda Francisco, el Hombre, que se apresenta no Mercado Municipal da Cidade de Goiás, às 21h da terça-feira, 19 de setembro, com entrada franca. Com 10 anos de estrada, o grupo ganhou reconhecimento internacional a partir de 2017, quando foi indicada ao Grammy Latino por melhor canção em língua portuguesa, pela canção “Triste, Louca ou Má”.

Em 2013, a "Francisco, el Hombre" partia do interior de São Paulo rumo à América do Sul, indo de praça em praça passando o seu chapéu, em direção ao próximo destino. A banda 'estradeira' que surgiu a partir de encontros latino-americanos entre Brasil e México, reúne, hoje, os integrantes Mateo Piracés-Ugarte, Sebastianismos, LAZÚLI, Helena Papini e Andrei Kozyreff em uma eterna celebração à música latina.

Após conquistarem públicos de diferentes países, acumulando performances em festivais como Lollapalooza Brasil, em 2018, Rock in Rio, em 2019 e 2022, e Rock in Rio Lisboa, em 2022, além de eventos latino-americanos como o América por Su Música, em Cuba, e o Vive Latino, no México, o quinteto parte para uma nova etapa de sua jornada, em comemoração a uma década de vida.

Os acordes repletos de latinidades ganham, agora, novas composições que expressam todas as transformações que a Francisco, el Hombre experienciou ao longo dos últimos 10 anos, por meio de um disco inédito, que irá ecoar em uma turnê comemorativa em 2023.

Sobre sua participação no Festival de Artes, em Goiás, a trupe da Francisco, na pessoa de Lazúli, comenta: "A Francisco já teve muitas interações com ensino, de variadas formas. E acreditamos que a educação é uma grande chave para transformação social, é muito importante aliá-la às artes, ao exercício da sensibilização, empatia, senso crítico e criatividade das novas gerações. É uma oportunidade linda poder conhecer um lugar novo nesse brasilsão através de nossa arte, e que honra poder visitar a Cidade do Goiás! Preparem os joelhos e corações pro nosso show!"

Dança 

Com 12 anos de história no cenário nacional e internacional da dança, a Giro8 Cia. de Dança é outra das atrações convidadas para o Festival de Artes de 2023. O grupo, que tem direção artística e coreográfica de Joisy Amarim e direção geral de Elaine Cruz, fará uma apresentação no Teatro São Joaquim, no dia 21, às 19h30, do espetáculo "Sr. Will".

Segundo seus representantes, a Giro8 tem como missão fomentar a pesquisa em Dança Contemporânea, através da produção e fruição de espetáculos, desenvolvendo uma linguagem que busca proporcionar uma experiência humana e sensorial tanto para quem dança seus trabalhos, como para quem assiste sua obra. Por isso mesmo, o espetáculo Sr. Will (2017) leva para o palco as relações humanas e os questionamentos que as permeiam, quando se modificam e se intensificam em um cotidiano recheado de sons, máquinas, (pre) conceitos, desejos…Como buscar um autoconhecimento e uma vida mais plena em meio a contemporaneidade? A obra busca – através do corpo - uma nova síntese da vida, nele, no corpo: um lugar de infinitas possibilidades de descobertas reais! Os corpos e os encontros dos corpos são tomados por uma mistura de afetos: eróticos, sentimentais, estéticos, perceptivos e cognitivos.

Abertura 

A abertura oficial do evento será no Teatro São Joaquim, na terça-feira, 19, às 19h, com a presença da reitora do Instituto Federal de Goiás, professora Oneida Cristina Gomes Barcelos Irigon, dopPrefeito da Cidade de Goiás, Aderson Liberato Gouvea, e do diretor do Câmpus Cidade de Goiás, professor Sandro Ramos di Lima. Além das falas das autoridades, haverá a leitura de um manifesto produzido para expressar a temática do festival e que será declamado por um dos professores de teatro do Instituto, que também é ator, o professor Abílio Carrascal.

Além dos grupos convidados, estudantes, professores, artistas e performers tiveram suas criações e oficinas selecionadas para a programação do 16º Festival de Artes de Goiás. Trabalhos de artes visuais, literatura, teatro, música, dança, audiovisual e interartes fazem parte do evento.

A temática da edição de 2023 do Festival de Artes de Goiás é “Art((é))ria – irrigar, dilatar, circular”. Segundo o professor Alexandre Guimarães, que é o artista responsável pela concepção da marca deste ano, “o tema do 16º Festival de Artes de Goiás cria uma poesia visual entre ‘arte’ e ‘artéria’, ao evocar a pulsação de corpos irrigados por ideias, por concepções dilatadas que, por meio dos processos criativos em Arte, são postos em circulação pelas manifestações das artes visuais, do artesanato, da dança, da música, do teatro, do audiovisual, dentre outras”.

A equipe organizadora do festival ainda reforça: “a pulsação é a metáfora que perpassa a concepção desta edição do festival, no ano de 2023. A partir desse impulso poético, espera-se que o sanguíneo, em seu sentido alegre e extrovertido, perpasse as discussões, criações e apreciações da Arte como campo de conhecimento e arena livre para a produção de sentidos, manifestos sociais e políticos e respeito à diversidade.”

Inscrições

As inscrições nas atividades podem ser feitas por meio do link: https://sugep.ifg.edu.br/eventos/#/publico/eventos/062229a0-2ffa-49f4-b74f-a2982f9c4704/inscricao

Assessoria de Imprensa do Festival do Artes.

Fim do conteúdo da página