coral incantus

Coral Incantus se apresenta no Teatro Goiânia, símbolo da cultural na capital

  • Imprimir
Criado: Sábado, 07 de Setembro de 2019, 22h56 | Última atualização em Quinta, 19 de Setembro de 2019, 10h00

Participação foi durante o Primeiro Encontro Nacional de Coros

 

Cora inovou e apresentou uma canção com interpretação em Libras
Coral inovou e apresentou uma canção com interpretação em Libras

 

Impossível não se emocionar! Dos ouvidos mais jovens das crianças aos mais experientes dos adultos, todos tiveram o coração acalentando nesta noite especial repleta de belas canções. E o Coral Incantus do IFG de Itumbiara foi um dos protagonistas do evento. É que o grupo se apresentou hoje em Goiânia durante o Primeiro Encontro Nacional de Coros da capital (Encoros).

Além deles, coralistas de vários estados e do Distrito Federal abrilhantaram o público, que se encantou e se surpreendeu com a execução diversificada e a variedade de ritmos e estilos musicais. Pelo palco do tradicional e imponente Teatro Goiânia, marco do estilo Art Déco, houve interpretação de músicas da MPB, música sacra, samba, pop e muito mais.

O coro de Itumbiara cantou quatro canções sob a regência da profa. de Artes, Daniela Oliveira dos Santos: A Paz, Imagine, We Are de World e Trevo. De acordo com a regente, as músicas escolhidas fazem parte do repertório “Encanto pela Paz”.

Pra participar do Encoros o Coral Incantus foi aprovado em uma seletiva, e desde então o grupo intensificou a quantidade de ensaios. Daniela Oliveira diz que ficou muito feliz com a apresentação, e falou da emoção de se apresentar no imponente e importante Teatro Goiânia. Para ela, eventos como esse resgatam a prática do coral, que ainda não é tão divulgada. E serve também para tirar os estudantes da rotina, e mostrar para pessoas de diferentes localidades a arte produzida em Itumbiara.

 

Música e inclusão
A estudante do 1º ano do curso de Técnico Integrado em Química, Gabriela Guizzetti, teve participação mais que especial no grupo. Ela, juntamente com a colega de curso, Lauren Carvalho, cantou e interpretou em Libras a canção Trevo, de Tiago Iorc e A C Caetano. A ideia, explica a maestrina Daniela, surgiu um dia antes ao perceber que as duas estudantes tinham a habilidade para tal. Gabriela, que integra o Coral desde o início do ano, conta que “foi uma honra” poder interpretar a música: “Somos a voz delas”, disse a jovem se referindo às pessoas surdas. A coralista que aprendeu Libras sozinha vendo vídeos no YouTube, revela que sempre achou lindo a Língua Brasileira de Sinais, e por isso foi uma enorme responsabilidade e uma oportunidade muito prazerosa.

 

Projeto
O evento segue até amanhã e a pretensão dos organizadores é que por meio da música o público possa ter contato com o que há de melhor na cultura brasileira. A organização almeja também que o evento faça parte da agenda oficial e cultural da cidade.

 

Na mesma sessão do Coral Incantus se apresentaram grupos de Brasília e Goiânia
Na mesma sessão do Coral Incantus se apresentaram grupos de Brasília e Goiânia

 

 

 

Setor de Comunicação Social e Eventos - Câmpus Itumbiara.