Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
CORONAVÍRUS

IFG implementa novas ações institucionais para minimizar efeitos da pandemia

Criado: Quarta, 29 de Abril de 2020, 16h17 | Última atualização em Quinta, 14 de Maio de 2020, 16h33
Cestas básicas que serão distribuídas à população em vulnerabilidade social, em Águas Lindas
Cestas básicas que serão distribuídas à população em vulnerabilidade social, em Águas Lindas

O Instituto Federal de Goiás (IFG) continua atuando em diversas frentes de trabalho para contribuir institucionalmente com o enfrentamento ao novo coronavírus e as consequências da pandemia provocada por ele. Na Reitoria e nos câmpus, estão sendo desenvolvidas atividades de pesquisa, extensão, cultura e apoio à comunidade interna.

Para aumentar a capacidade de diagnóstico da doença no Estado, três servidores do Câmpus Goiânia tornaram-se voluntários no projeto “Diagnóstico molecular de Coronavírus (Sars-CoV-2)”, desenvolvido pelo Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade Federal de Goiás (UFG). O projeto visa à realização de diagnóstico molecular de pacientes suspeitos de estarem contaminados pelo novo coronavírus causador da Covid-19 no estado de Goiás.

Ele é desenvolvido por 20 servidores (13 professores e 7 técnicos-administrativos) do ICB/ UFG e mais 21 voluntários. Entre eles, estão a servidora técnico-administrativa Francyelli Mello Andrade, que é bióloga e pós-doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular, vinculado ao ICB/UFG; a servidora técnico-administrativa e bióloga Patrícia Thieme Onofri Saiki e o biólogo e professor do Ronney Fernandes Chagas, todos do Câmpus Goiânia.

“A realização do diagnóstico laboratorial rápido e preciso em larga escala é, também, uma importante estratégia para conter a disseminação do vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19. O teste de RT-PCR, em tempo real, é um teste molecular considerado padrão ouro para diagnóstico de doenças, incluindo a Covid-19”, explicou Francyelli. Mello Andrade.

Máscaras

O Câmpus Anápolis está fabricando escudos de proteção facial e máscaras N95, destinados a profissionais de saúde. A fabricação é feita por meio de impressora 3D, no CiteLab do IFG, em parceria com a UFG. Ela foi possível após doação, pelo Rotary Club, de R$ 50 mil. Cerca de 3,5 mil unidades já estão prontas e serão destinadas às unidades de saúde das cidades de atuação do Rotary, como Anápolis, Goiânia e Araguarina, no Tocantis.

Já o Câmpus Goiânia somou-se à iniciativa do Câmpus Aparecida para a confecção de máscaras de tecido a serem doadas a pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Servidores e estudantes estão sendo chamados a se cadastrarem para participar do projeto.

Desde o dia 20 de abril, o Governo de Goiás instituiu o uso obrigatório de máscaras pela população do estado. A máscara reutilizável, de uso individual, é um dos itens de proteção para a diminuição do espalhamento do novo coronavírus.

No projeto, a compra e o corte dos tecidos para a fabricação das máscaras serão realizados pelo Câmpus Aparecida de Goiânia do IFG, em conformidade com as orientações do Ministério da Saúde. Aos voluntários selecionados pelos câmpus Anápolis e Goiânia, compete a costura das máscaras que já vão ser entregues cortadas.

Álcool

O Câmpus Anápolis vai iniciar a produção de álcool 70%, a partir de bebidas alcoólicas apreendidas pela Delegacia da Receita Federal do Brasil. Essa ação será desenvolvida em parceria do Bio Instituto Cosméticos

E já está em execução no Câmpus Anápolis o projeto Rede Solidária, que visa divulgar gratuitamente, pelas redes sociais do projeto (Instagram e Facebook: @redesolidariaifg), produtos e serviços em colaboração com pequenos empresários durante o período de confinamento. Os interessados na divulgação de seus produtos e serviços devem apenas preencher um formulário (disponível em:https://forms.gle/LCQUyb4CaAatLhfN6) que a equipe do projeto entrará em contato.

Cestas básicas

Os câmpus Águas Lindas e Aparecida de Goiânia também estão desenvolvendo ações sociais de solidariedade. Em Aparecida, cestas ão sendo recolhidas junto aos servidores e distribuídas a alunos cujas famílias estão em dificuldade financeira.

Até esta segunda-feira, 27, já haviam sido arrecadados produtos e recursos para mais de 50 cestas básicas, que estão sendo entregues desde o dia 16 de abril. Em cada cesta, a família beneficiada recebe também uma máscara de proteção facial, confeccionada em tecido pela diretora-geral do Câmpus Aparecida de Goiânia, professora Ana Lucia Siqueira de Oliveira, como forma de incentivar e colaborar com as medidas de proteção necessárias para evitar o contágio pelo coronavírus.

Em Águas Lindas, o câmpus do IFG integrou-se à Rede Intersetorial da cidade, formada por membros da comunidade e servidores públicos da região, para arrecadar cestas básicas a serem doadas às famílias mais carentes do município. A campanha, denominada Rede Águas Lindas Solidária, instituiu uma vaquinha virtual e recebe alimentos. Já foram arrecadados 31 cestas básicas e cinco botijões de gás para as famílias necessitadas. A vaquinha virtual é recorrente e a contribuição pode ser feita pelo link: https://bit.ly/2W8wUBB.

Cultura

E para amenizar os efeitos da pandemia sobre a saúde mental das comunidades internas e externas, vários servidores do IFG estão promovendo atividades culturais virtuais.

No Câmpus Águas lindas, o professor de Artes Cênicas, Abílio Carrascal ministra videoaulas de pandeiro. Elas estão disponíveis todas as terças e quintas-feira nas redes sociais do #MotivaAção, projeto do câmpus para veicular informações de caráter pedagógico, social, cultural e de entretenimento em tempo de isolamento social. Instagram:@motivacaoifgaguaslindas/ Facebook:@motivacaoIFGaguaslindas.

No Câmpus Anápolis, a “Quarentena com os Clássicos” é uma atividade semanal de leitura e discussão de clássicos da literatura brasileira e universal durante o período em que as aulas de língua e literatura estão suspensas devido à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a professora responsável pelo projeto, Michele Siqueira, será divulgada uma lista com os títulos dos clássicos que deverão ser lidos em cada semana do mês e as discussões serão feitas virtualmente através da ferramenta Google Meets, sob a sua condução de outros professores convidados. As reuniões virtuais acontecerão semanalmente às sextas-feiras, às 9 horas. A ação é voltada para alunos e servidores do Câmpus Anápolis.

No Câmpus Cidade de Goiás, estudantes da licenciatura em Artes Visuais e do curso técnico integrado em Artesanato, modalidade EJA, vão desenvolver atividades de criação artística, que serão veiculadas nas redes sociais. O cronograma do projeto interdisciplinar prevê ações até o final do ano e é voltado para todos os estudantes que puderem participar de maneira remota.

Serão três grupos de trabalho: “poéticas do passado”, “poéticas do presente” e “poéticas do futuro”. A proposta é aprimorar o conhecimento na área arte-educação ao estimular reflexões sobre o momento histórico que vivenciamos e sua relação com a prática e o estudo da arte, propiciar a interação e o desenvolvimento de processos criativos em conjunto entre os participantes, promover o compartilhamento das experiências e dos saberes e também identificar possíveis casos de vulnerabilidade psicológica e social para uma intervenção solidária em diálogo com a assistência estudantil do câmpus.

No Câmpus Goiânia, o professor Écio Duarte promove o projeto “Cantautoria”. A iniciativa traz lives semanis com conteúdo cultural no perfil pessoal do docente no Instagram: @ecioduarte.oficial . Além de interpretações musicais, as lives trarão também leitura de poemas e contação de estórias, seguindo o modelo de transmissão veiculada no perfil do IFG @ifg_oficial .
Também do Câmpus Goiânia, o professor do curso técnico em Cozinha Alcyr Viana promove lives gastronômicas. As transmissões ocorrem sempre no perfil pessoal do docente no Instagram: @alcyr.viana.

No Câmpus Senador Canedo, o projeto “Sala de concerto: estudando música na web”, vai oferecer aulas de música a 20 pessoas (que já fizeram suas inscrições). O coordenador do projeto, o professor Thiago Cazarim, explica que os inscritos participarão de atividades na plataforma Moodle, bate-papos e sessões de música. Estas duas últimas atividades serão abertas a toda a comunidade, com transmissão por meio das redes sociais do câmpus. As aulas iniciaram no dia 22 de abril. Em 9 de junho, ocorrerá a apresentação final do curso.

Acolhimento

Também buscando contribuir para a saúde mental e o equilíbrio emocional da comunidade acadêmica, Reitoria e campus do IFG estão desenvolvendo ações de acolhimento e escuta virtual aos estudantes e servidores.

O Câmpus Aparecida de Goiânia inicialmente implementou um serviço de apoio aos estudantes e também decidiu modificar o serviço “Dialogue”, destinado aos servidores, para a modalidade a distância, enquanto durar o isolamento social. Criado em 2016 para orientação psicológica focada em questões existenciais emergentes na vida da pessoa que procura auxílio, a ação é conduzida pelo psicólogo Julio Manoel dos Santos.

No Câmpus Formosa, Coordenação de Assistência Estudantil (CAE) vai implementar, a partir de 4 de maio, a ação Escuta A(fe)tiva IF, que será mantida durante a suspensão das aulas. Para participar, o estudante pode agendar o horário com a psicóloga Amanda Palla pelo número de Whatsapp, 3642-9479, ou enviando email para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. A servidora atenderá de segunda a sexta-feira por telefone.

No Câmpus Goiânia, os estudantes quem buscam um espaço de diálogo para compartilhar suas impressões, sensações e sentimentos neste momento tão desafiante de isolamento social, podem contar com apoio e acolhimento na roda de conversa online promovida por psicólogas do Câmpus Goiânia. O “Conversas de Quarentena” é mais uma das ações desenvolvidas na unidade que visa ao bem-estar emocional dos alunos.

A roda de conversa será realizada semanalmente, durante o período de isolamento social, às quintas-feiras, das 15h às 16h, por meio da plataforma de comunicação Google Meet, que pode ser acessada pelo link: https://meet.google.com/ncq-tvig-sse. Podem participar do “Conversas de Quarentena” todos os estudantes do Câmpus Goiânia do IFG que tenham interesse. As conversas contarão com a mediação das psicólogas do câmpus, Larissa Goulart e Júlia Rossi.

No Câmpus Senador Canedo, foi criada a “Roda de conversa online: sentimentos e ações em tempos de distanciamento social”, cujo objetivo é acolher e dar suporte psicológico a estudantes e egressos. O primeiro encontro aconteceu no dia 22 de abril e o tema foi “Como você está?”. O próximo será no dia 4 de maio e o assunto será “Técnicas de relaxamento”.
Também está em execução o projeto “Acolher”, da Coordenação de Assistência Estudantil (CAE). Pelo projeto, os estudantes recebem assistência social e psicológica, virtualmente. Os interessados devem contactar a CAE (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) e informar o número de telefone, para que o servidor entre em contato.

Mapeamento

Na Reitoria, a Diretoria de Comunicação Social (Dicom) iniciou o mapeamento das ações institucionais que estão sendo realizadas pela comunidade acadêmica, desde o início da pandemia. Todas as informações sobre as iniciativas desenvolvidas para o enfrentamento ao coronavírus e à Covid-19 serão reunidas, para que possam ser conhecidas pelas comunidades interna e externa.

O mapeamento será útil ao Comitê Operativo de Emergência Covid-19, que está coordenando o planejamento e execução das ações, em especial, das que possuem aporte financeiro de recursos.
Cada nova ação deve ser informada por meio do preenchimento de um formulário, a ser preenchido pelo responsável ou um dos responsáveis pela ação. Do formulário constam informações como: nome, e-mail, telefone de contato, nome da ação, resumo (contendo os objetivos, comunidades beneficiadas, descritivo da ação e outros), tipo da ação, área, unidade do IFG a qual está vinculada, se há ou não parceiros e o nome deles, campo para inclusão (por meio de upload) de vídeo da ação e fotografias, além de outras informações importantes. Ele pode ser acessado pelo link: https://forms.gle/iR1zJkLnty69b6LQ9


Todas as ações institucionais de enfrentamento do coronavírus estão reunidas na página: www.ifg.edu.br/coronavirus

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria

 

Fim do conteúdo da página