Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
inclusão

Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência motiva atividades esportivas adaptadas com alunos do câmpus

Criado: Quarta, 26 de Setembro de 2018, 10h48 | Última atualização em Sexta, 19 de Outubro de 2018, 08h33

Futsal com vendas e vôlei sentado foram algumas das atividades realizadas

imagem sem descrição.

Durante toda esta segunda-feira, 24, estudantes dos cursos técnicos e superiores sentiram como é para as pessoas portadores de deficiências praticarem alguns esportes. Futsal com vendas, vôlei sentado, queimada com um braço imobilizado e caminhada de orientação com vendas foram os esportes experimentados pelos alunos do Instituto Federal de Goiás – Câmpus Luziânia.

De iniciativa do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas (Napne) do câmpus, com parceria da professora de Educação Física Amanda Patriarca, as atividades buscaram mostrar a importância dessa luta da pessoa com deficiência e fazer com que os estudantes sentissem a dificuldade que ela sente. “É importante nos colocarmos no lugar do outro. É importante sentirmos a dificuldade e ver o quanto as pessoas com deficiências lutam e se superam, se reinventam. Vemos como podemos superar nossos limites”, afirmou a professora Tânia Mara, integrante do Napne.

Ainda dentro das atividades do Napne, está sendo realizada hoje, para os professores do câmpus, uma roda de conversa com o professor Ulisses Araújo para tratarem as possibilidades de organizarem processos de identificação das necessidades educacionais especiais dos estudantes do Câmpus Luziânia. O professor Ulisses Araújo tem uma longa trajetória na Educação Especial e, atualmente, desenvolve junto ao Instituto Federal de Brasília (IFB) atividades de criação de instrumentos para realizar o diagnóstico das necessidades educacionais especiais e orientações aos docentes.

 

Curiosidades

No Brasil, o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é celebrado em 21 de setembro, desde 1982. Mas, oficialmente, a data foi criada a partir do decreto de lei nº 11.133, de 14 de julho de 2005. Este dia representa um momento de conscientizar a população sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade. Dois pontos centrais são debatidos nesta data: o preconceito e a inacessibilidade pública.

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência foi uma iniciativa do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes (MDPD), grupo que debate propostas de transformações sociais em prol das pessoas com deficiência desde 1979.

O dia 21 de setembro marca também o início da Primavera no hemisfério sul e, por isso, foi escolhido como marco para celebrar a luta da pessoa com deficiência, referindo-se ao renascimento e renovação da vida, assim como acontecem com as flores durante esta estação.

A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu ainda o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 3 de dezembro, desde 1992.

 

Veja as fotos das atividades.

 

Coordenação de Comunicação Social / Câmpus Luziânia.

Fim do conteúdo da página