Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
pesquisa

Aluna de engenharia apresenta pesquisa em importante congresso nacional

Criado: Quarta, 03 de Outubro de 2018, 15h06 | Última atualização em Quarta, 24 de Outubro de 2018, 13h56

Artigo foi aceito no 60º Congresso Brasileiro do Concreto, no mês de setembro

 

O 60º Congresso Brasileiro do Concreto,  maior fórum nacional de debate sobre as tecnologias do concreto e seus processos construtivos, recebeu participação, no mês de setembro, em Foz do Iguaçu, de pesquisa de aluna do IFG Câmpus Uruaçu. A estudante do 10° período de engenharia, Keith Danila Aquino Neves, participou do evento com o artigo Análise da influência dos reescoramentos no comportamento estrutural de vigas em concreto armado, orientada pela professora Me. Júlia Borges dos Santos. 

Durante o Congresso, que é promovido pelo Instituto Brasileiro do Concreto (IBRACON), a estudante teve a oportunidade de apresentar sua pesquisa para grandes representantes do ambiente acadêmico e do mercado das construções. "Pude apresentar nosso trabalho para o engenheiro Alio Kimura, desenvolvedor e diretor do software TQS, o mesmo programa que utilizamos na pesquisa", conta Keith. Kimura também é autor do livro Informática aplicada em estruturas de concreto armado.

Prestes a se formar, a pesquisa da estudante se tornou a base de seu Trabalho de Conclusão de Curso, ainda em andamento, em que a pesquisadora deverá aprofundar as suas investigações. Keith também revela que seu TCC foi cadastrado como projeto de pesquisa no IFG. "É uma previsão futura, mas quando o trabalho estiver concluído, pretendo redigir um novo artigo para publicação em um periódico da área", aponta Keith. 

Mas esta não é a primeira participação da estudante em congressos. Em maio deste ano, ela apresentou os resultados, então parciais, de sua pesquisa no 10º Congresso de Pontes e Estruturas, promovido pela Associação Brasileira de Pontes e Estruturas e a Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural.

Segundo Keith, "o projeto de pesquisa foi desenvolvido ao longo de um ano, enquanto eu cursava o oitavo e nono período do curso de engenharia", e acrescenta que "o trabalho foi feito de maneira voluntária, sem bolsa". Para a pesquisadora e futura engenheira, "toda a experiência está sendo muito positiva, a pesquisa abre o campo de visão para um conhecimento ilimitado".  

Para a orientadora do projeto, a pesquisa é uma parte fundamental da formação do aluno. "Participar de um projeto de pesquisa é uma excelente oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional", conta a professora Júlia Borges. "Além disso, apresentar os resultados da pesquisa em um congresso de renome nacional é uma experiência impar na carreira, proporciona contatos com outros pesquisadores e profissionais, conclui a orientadora. 

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Uruaçu. 

Fim do conteúdo da página