Extensão no IFG

  • Imprimir
Criado: Quarta, 22 de Fevereiro de 2017, 07h31 | Última atualização em Sexta, 07 de Abril de 2017, 10h19

A extensão é o espaço em que o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás articula e integra o saber fazer em face da realidade social, econômica, cultural e ambiental da região na qual está inserido. Essa prática acadêmica, que articula as atividades de ensino e de pesquisa com as demandas da população, concorre para a formação de um espaço plural e transformador de realidades, com foco no compartilhamento dos bens sociais.   

 


As Ações de Extensão no Instituto Federal de Goiás compreendem todas as atividades e processos formativos relacionados ao atendimento às demandas da comunidade externa, bem como àquelas vinculadas ao aperfeiçoamento e aplicação do conhecimento desenvolvido por estudantes e servidores da Instituição, elaborado com base na interação dialógica destes com a sociedade, com a finalidade de promover o desenvolvimento local/regional e a dinamização de saberes.

Podem ser desenvolvidas nas formas de cursos, eventos, programas ou projetos de extensão. As normas, conceitos e orientações administrativas para o desenvolvimento das Ações de Extensão são regulamentadas pela Portaria n°516/2017/IFG.

 

Para acessar a portaria e outras informações sobre a formulação de propostas de Ações de Extensão, clique aqui

 


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG), por meio da Pró-Reitoria de Extensão, tem buscado mecanismos e ações para que sua atuação contemple contingentes da população, além daqueles atendidos pelas modalidades de ensino regularmente ofertadas. Tais políticas visam garantir que a articulação entre as atividades pedagógicas e as comunidades locais constitua políticas efetivas de inserção do IFG nas regiões onde atua.

Nesse sentido, o projeto Comunidades Tradicionais em Rede: criação, circulação e produção visual no cerrado goiano tem como objetivo fomentar, inovar e potencializar as atividades criativas/artísticas/produtivas das comunidades tradicionais localizadas na região norte de Goiás. Dentre as comunidades existentes nessa região, o recorte apresentado propõe estabelecer uma rede de ação/circulação entre as comunidades quilombolas e indígenas do norte goiano. Tais grupos étnicos possuem aproximações histórico-sociais no que diz respeito à ausência de políticas públicas que os auxiliem na consolidação do seu modo de vida. Por meio de oficinas de formação e elaboração de mecanismos de divulgação desse patrimônio cultural, pretende-se fomentar a circulação/produção de bens/artigos por essas comunidades.

 

Acesse o site do projeto

Acesse o vídeo do projeto

Acesse o canal do projeto