• Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial

Projeto Baja

Imprimir

Estudantes do IFG buscam apoio para construir veículo e participar de competição nacional

Equipe que projetou o veículo com o protótipo construído em madeiraQuinze estudantes do curso de Engenharia Mecânica, ofertado no Câmpus Goiânia, projetaram um automóvel de competição, desenhando todas as suas peças, e precisam passar à etapa da fabricação do veículo. O objetivo é participar do Projeto Baja SAE, um desafio lançado aos estudantes de engenharia do mundo inteiro, para que possam aplicar na prática os conhecimentos adquiridos, representando suas instituições de ensino.

O desafio consiste em desenvolver e montar o melhor carro de corrida, a partir de características pré-definidas. O motor do veículo, por exemplo, é padrão, mas os estudantes podem demonstrar sua criatividade e capacidade desenvolvendo peças e criando soluções para diminuição do peso, melhoria na tração e garantia de segurança para o piloto.

Com o projeto pronto, os alunos do IFG estão em busca de apoio para a fabricação do veículo. Qualquer pessoa física ou empresa pode colaborar. As contribuições podem ser feitas por meio da doação de peças e equipamentos ou de dinheiro. A fabricação do veículo está orçada em R$ 43 mil e a execução integral do projeto de extensão em R$ 56 mil, porque inclui de manutenção de máquinas e equipamentos e reprodução de documentos.

Para a captação e gerenciamento das doações em dinheiro, o IFG celebrou um contrato de parceria com a Funape, que ficará encarregada de abrir uma conta corrente específica, gerenciar os recursos e prestar contas ao final do projeto. As doações de peças e equipamentos podem ser feitas diretamente à equipe, no Câmpus Goiânia.

Potencial

Os alunos estão sendo orientados pelos professores Ildeu Lúcio Siqueira, Maria Inês Miranda, Ronay Pereira e Vinícius Carvalhaes, da coordenação de Engenharia Mecânica. Ildeu ressalta que os alunos vão aplicar o conhecimento adquirido em sala de aula num projeto real, que será avaliado e comparado com outros projetos.

Ele explica que a competição do Projeto Baja é constituída de várias etapas. Primeiramente, o carro passa por testes. Depois, se aprovados em todos eles, será inscrito na competição final que o enduro. Um dos alunos será escolhido para ser o piloto e, para isso, terá de possuir Carteira de Habilitação.

A competição do Projeto Baja é organizada e promovida pela Sociedade de Engenheiros Automobilísticos (SAE). Somente disputa a etapa mundial os vencedores das etapas nacionais. Mas vencer, segundo o professor Ildeu, não é o mais importante.  “Ao participar da competição, nossos alunos vão conhecer outras equipes, outros projetos e também vão poder mostrar o nosso potencial”, afirmou.

Integrante do projeto, o estudante Vini Marco Vasconcelo, está entusiasmado. Ele conta que o grupo está trabalhando há cerca de um ano e que já tem bons resultados. Segundo ele, a expectativa é de montar um carro com melhor tração e menos peso, para poder participar da competição nacional da SAE e até e mesmo chegar à disputa mundial.

O Projeto Baja SAE foi criado na Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, e a primeira competição ocorreu em 1976.  No Brasil, a primeira competição ocorreu em 1995 e, desde então, vem crescendo o número de universidades e institutos federais representados. Os alunos do IFG pretendem se inscrever para a competição de 2017.

 

Coordenação de Comunicação Social/Reitoria.