• Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial

Arte e Cultura

Imprimir

Aprovado projeto para implantar Biblioteca das Artes no Câmpus Cidade de Goiás

Foi divulgado, nesta quinta-feira (05/01), o resultado final do primeiro bloco de editais do Fundo de Arte e Cultura de Goiás – edição 2016, contendo a relação dos projetos premiados. O projeto “Biblioteca das Artes na Cidade de Goiás”, apresentado por servidores do Instituto Federal de Goiás - Câmpus Cidade de Goiás ao Edital nº 05/2016 – Fomento a Museus, Arquivos e Bibliotecas, é um dos aprovados.

O projeto “Biblioteca das Artes na Cidade de Goiás” visa à promoção dessas linguagens artísticas, do livro e da leitura no município de Goiás. Com o valor de R$ 200 mil, resultado da premiação, o Câmpus contará com uma biblioteca com acervo especializado em artes visuais, cinema e audiovisual, games e quadrinhos, com mais de 700 títulos. Os recursos obtidos serão, assim, aplicados na aquisição de acervo e mobiliário, bem como na concessão de bolsas de estágio na Biblioteca do câmpus, contribuindo para a política de assistência estudantil do IFG na cidade.

Durante um período de nove meses, ainda em 2017, estão previstas a realização de eventos, ações educativas e de comunicação que contribuam para o acesso da população vilaboense aos bens adquiridos com os recursos do Fundo Cultural.

Primeira classificada na modalidade em que concorria dentro do edital (grande orçamento), a proposta beneficia diretamente os discentes de Licenciatura em Artes Visuais, Bacharelado em Cinema e Audiovisual e do Curso Técnico Integrado em Produção de Áudio e Vídeo, além de egressos, professores e estudantes de escolas públicas e demais moradores de Goiás.

 

Laboratório de projetos culturais do IFG aprova outros quatro projetos

A proposta da Biblioteca das Artes na Cidade de Goiás foi elaborada por professores e servidores técnico-administrativos do Câmpus Cidade de Goiás, dentro de uma inédita iniciativa de desenvolvimento de projetos na antiga capital, batizada de “IFG Lab” – Laboratório de Projetos Culturais.

Coordenado pelos professores de cinema do IFG e produtores culturais Carlos Cipriano e Marcela Borela, o IFG Lab teve início em outubro do ano passado, promovendo encontros que esclareciam as regras dos editais do Fundo Cultural e instruía sobre a elaboração de projetos.

Os encontros, abertos, gratuitos e divulgados à comunidade interna e externa do IFG, contaram com a participação de estudantes e servidores do campus e de produtores culturais e artistas da Cidade de Goiás interessados em apresentar propostas ao Fundo Cultural.

Além dos encontros presenciais, o IFG Lab também disponibiliza, até o mês de março de 2017, consultoria online para a elaboração de projetos que contribuam para o desenvolvimento sociocultural da microrregião do Rio Vermelho, atendida pelo câmpus.

Entre os projetos elaborados com a consultoria do IFG Lab e premiados nesse primeiro bloco de editais do Fundo Cultural está a Websérie “Turminha Preserva Cerrado”, do animador Daniel Rodrigues do Amaral - 1º colocado no Edital nº 4/2016 – Estímulo ao Novo Artista.

Nesse mesmo edital, que concedia prêmios no valor de R$ 20 mil, também foram aprovados os projetos “No meio do caminho: Livro de crônicas” (premiado 4º lugar), da escritora Sílvia Amélia Araújo, e “Instalação sonora Vila Boa de Goyaz – Reverberação da memória e do imaginário” (6º lugar), do estudante de Cinema e Audiovisual do IFG, Sankirtana Avatara Godoi.

A aluna Lucinete Aparecida Morais, também estudante do curso de Cinema e Audiovisual, foi premiada no Edital nº 6/2016 – Fomento ao Patrimônio Imaterial – Cultura Popular com o projeto “Os devotos de São Sebastião da Pedreira, o santo fujão do município de Goiás”, recebendo R$ 100 mil para a realização de um documentário.

Confira o resultado final dos Editais do 1º Bloco no site do Fundo Cultural: http://www.fundoculturalgoias.seduce.go.gov.br

 

Diretoria de Comunicação Social/ Reitoria com informações do Câmpus Cidade de Goiás (IFG).