Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Busca
Você está aqui: Página inicial > Servidor > IFG > Últimas notícias > Câmpus Goiânia completa 75 anos e comemoração reúne alunos e servidores
Início do conteúdo da página
Especial 75 anos

Câmpus Goiânia completa 75 anos e comemoração reúne alunos e servidores

A celebração contou com exibições de vídeos institucionais, exposição fotográfica e  apresentações dos grupos musicais da casa

Na foto (esquerda para direita), professor homenageado, Edwaldo Won Waldow; Pró- reitor de Administração do IFG, Ubaldo Eleutério, no ato representando o reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues; professor homenageado Hélio Naves; e o diretor-geral em exercício do Câmpus Goiânia, Marcos Cardoso.
Na foto (esquerda para direita), professor homenageado, Edwaldo Won Waldow; Pró- reitor de Administração do IFG, Ubaldo Eleutério, no ato representando o reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues; professor homenageado Hélio Naves; e o diretor-geral em exercício do Câmpus Goiânia, Marcos Cardoso.

Numa festa bonita, gestores, servidores e estudantes celebraram os 75 anos do Instituto Federal de Goiás (IFG) – Câmpus Goiânia nesta quarta-feira, 5. As comemorações iniciaram logo cedo, com exibições de vídeos institucionais e homenagens aos professores convidados, Hélio Naves e Edwaldo Augusto Won Waldow. Pela manhã, os parabéns à unidade foi ao som da Banda Sinfônica Nilo Peçanha, que foi acompanhada pelas palmas da comunidade. As comemorações de aniversário lotaram o pátio do câmpus, em frente à biblioteca, nos três turnos letivos.


Veja as fotos do aniversário do Câmpus Goiânia no Facebook


A programação de aniversário foi aberta pela manhã com discurso do diretor-geral interino do Câmpus Goiânia, Marcos Cardoso, que, representando o diretor-geral Alexandre da Silva Duarte, agradeceu a presença de estudantes, servidores e convidados e exaltou a importância da Instituição. “É um câmpus que tem uma história tão bonita e marcante. Inaugurado em 1942, sua existência faz parte da história de Goiânia e, desde então, tem transformado a vida de seus alunos”.


Representando o reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues, o pró-reitor de Administração Ubaldo Eleutério parabenizou o Câmpus Goiânia e a comunidade acadêmica. “ O Câmpus Goiânia é referência regional e nacional, não apenas localmente. Desejamos que nesses 75 anos, o câmpus possa seguir em frente com espírito de promoção do ensino,” desejou o pró-reitor.


Homenagens

Professor Hélio Naves recebeu placa de homenagem entregue pelo diretor-geral em exercício do Câmpus Goiânia, Marcos Cardoso.


Em reconhecimento a todos os estudantes do IFG – Câmpus Goiânia, foi exibido vídeo em que alunos dão depoimentos sobre a importância da Instituição em suas vidas.  E representando a categoria discente do Câmpus Goiânia, o professor Hélio Naves, aluno das primeiras turmas da então Escola Técnica de Goiânia, foi homenageado por sua trajetória profissional dentro da Instituição, ingressando como aluno, tornando-se professor, coordenador, diretor na então Escola Técnica Federal de Goiás (ETFG) e atualmente é membro no Conselho Superior do IFG. Em sua fala, o professor Hélio Naves destacou que o câmpus tem uma tradição maravilhosa na formação de cidadãos.

Professor Edwaldo Won Waldow recebeu placa de homenagem entregue pelo pró-reitor de Administração do IFG, Ubaldo Eleutério, que representou o reitor do IFG nas comemorações do aniversário do Câmpus Goiânia.

 

Na sequência, foi exibido o vídeo Gerações, em que servidores do Câmpus Goiânia relatam suas histórias e sentimentos em relação à unidade. Em agradecimento e representando a categoria de servidores do câmpus, foi homenageado o professor  Edwaldo Augusto Won Waldow, que foi professor e colaborou de forma  significativa para a promoção da arte e da cultura na Instituição, além de ter sido diretor-geral na época da ETFG. O professor Waldow, em seu discurso, desafiou a comunidade a vislumbrar os próximos 75 anos da unidade.

As comemorações das bodas de brilhante do Câmpus Goiânia foram agraciadas também com as apresentações dos grupos musicais da casa. Pela manhã, foi realizado concerto da Banda Sinfônica Nilo Peçanha, com cerca de 80 componentes sob a regência dos maestros e professores Leonardo Labrada e Marcelo Eterno. À tarde, o show ficou por conta do Coro do Curso Técnico Integrado em Instrumento Musical, com aproximadamente 110 alunos sob a regência do professores Vinícius Carneiro e participação da pianista Marina Machado. O encerramento, à noite, foi ao embalo do som do Grupo de Chorinho, sob a coordenação do professor Lamartine Tavares. Na programação do aniversário de 75 anos do Câmpus Goiânia, houve também exposição fotográfica com fotos de eventos realizados na unidade, entre 2013 e 2016, e mais fotos antigas da Instituição, no hall da biblioteca.


História: longa trajetória
O passado histórico da Instituição, do que hoje é o Câmpus Goiânia, se relaciona com a criação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, que tem origem em 23 de setembro de 1909, com a criação da Escola de Aprendizes Artífices pelo então presidente Nilo Peçanha. Por meio do Decreto nº 7.566/1909, foram criadas 19 Escolas de Aprendizes Artífices no país, uma em cada Estado. Em Goiás, foi instaurada a Escola de Aprendizes Artífices na antiga capital do Estado, Vila Boa, atualmente cidade de Goiás.


O estabelecimento da unidade de ensino em Goiânia só aconteceu em 1942, com a construção e transferência da capital do Estado para Goiânia. Momento em que a Escola de Aprendizes Artífices foi transferida para a nova capital e transformou-se em Escola Técnica de Goiânia (ETG), por meio de Decreto nº 4.127, de 25 de fevereiro de 1942. Na época, o prédio da ETG foi utilizado para as festividades de lançamento da nova capital durante o Batismo Cultural de Goiânia, em 5 de julho de 1942. Data que marca, portanto, a inauguração do prédio da ETG em Goiânia.


Em virtude de grande parte das festividades do Batismo Cultural de Goiânia terem ocorrido no prédio da Escola Técnica, o funcionamento letivo da ETG foi adiado, sendo que as aulas começaram apenas em março de 1943. No início, a ETG possuía turmas do ginásio industrial, na modalidade internato e semi-internato para alunos do sexo masculino. Os primeiros cursos ofertados na ETG eram Alfaiataria, Artes do Couro, Mecânica de Máquinas, Marcenaria, Rádio e Comunicação, e Tipografia e Encadernação.


Em 1947, foi realizada seleção para os recém-criados cursos técnicos na ETG: Edificações, Eletrotécnica e a Construção de Máquinas e Motores e não havia mais restrição para estudantes do sexo feminino na escola. Em 1959, houve a implementação de uma nova organização escolar e administrativa nos estabelecimentos de ensino industrial, com a transformação das Escolas Industriais e Técnicas em autarquias federais, por meio da Lei nº 3.522/1959. Em 1965, a ETG passou a denominar-se Escola Técnica Federal de Goiás (ETFG), com a Lei nº 4.759, de 20 de agosto.  Nesse período, o ensino ETFG estava organizada em quatro modalidades: ginásio industrial, colégio técnico industrial, aprendizagem industrial, cursos técnicos na área industrial e cursos intensivos de preparação de mão de obra industrial.


Em 22 de março de 1999, a ETFG foi transformada em Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás (Cefet-GO), passando a atuar, além do ensino técnico,  também no nível superior, especialmente, com a oferta de cursos tecnológicos. Em 29 de dezembro de 2008, foram criados 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) em todo o país, entre esses, o Instituto Federal de Goiás (IFG), que, hoje, possui 14 câmpus distribuídos em Goiânia e no interior do Estado. Entre esses, o mais antigo é o Câmpus Goiânia.


O Câmpus Goiânia é a maior unidade do IFG e oferece atualmente 32 cursos, sendo 15 cursos superiores (bacharelados e licenciaturas), 7 cursos técnicos integrados ao ensino médio, 3 cursos técnicos integrados na modalidade de educação de jovens e adultos (EJA), 3 cursos técnicos subsequentes, além de 3 cursos de especialização e um mestrado profissional ( Saiba mais sobre os cursos do Câmpus Goiânia).


Assista ao vídeo institucional sobre o Câmpus Goiânia do IFG.



Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia.

Notícias (Servidor)

Fim do conteúdo da página