Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > 2º Encontro de Tecnologia na Produção de Cervejas Especiais apresenta novos conhecimentos e tecnologias aos participantes
Início do conteúdo da página
tecnologia

2º Encontro de Tecnologia na Produção de Cervejas Especiais apresenta novos conhecimentos e tecnologias aos participantes

Criado: Quarta, 04 de Dezembro de 2019, 17h23 | Última atualização em Terça, 17 de Dezembro de 2019, 15h53

2º ETPCE abre espaço para assuntos do mercado cervejeiro

Professor Igor Savioli no processo de produção
Professor Igor Savioli no processo de produção

A comunidade luzianiense pôde se adentrar no mundo das cervejas especiais no último final de semana. Nos dias 29 e 30 de novembro foi realizado no IFG – Câmpus Luziânia o 2º Encontro de Tecnologia na Produção de Cervejas Especiais (2º ETPCE) com minicursos, oficinas e palestras. Alunos e servidores do IFG e a comunidade em geral tiveram conhecimentos sobre controle de qualidade, empreendedorismo, receitas e boas práticas, kombucha, dentre outros.

Com o sucesso da primeira edição, realizada em 2017, o 2º ETPCE aprofundou o tema. “Foi um evento de alto nível, superando e muito o primeiro em qualidade dos participantes. Visamos contribuir com respaldo teórico, prática e troca de experiências para a inserção de pessoas no mercado de trabalho, seja para atuar na indústria, comércio ou mesmo empreender na área cervejeira”, afirmou o professor Igor Savioli, que organizou o evento com o professor Daniel Annunciação. Igor Savioli disse ainda que “ações como essa são fundamentais para auxiliar na evolução tecnológica desse setor importante para a economia do País e do Estado de Goiás, um setor do mercado que cada vez mais cresce, emprega e contribui para o crescimento do país”.

De acordo com os organizadores, o evento buscou proporcionar conhecimento cervejeiro para empreendedores em potencial; estimular alunos do curso técnico em Química e superior de Licenciatura em Química ao aperfeiçoamento para inserção no mercado de trabalho e empreendedorismo; incentivar o setor cervejeiro a investir em pesquisas de modo a garantir evolução; apresentar à comunidade de Luziânia iniciativas relevantes que possam tornar a vida das pessoas melhor e ser vitrine para alunos da rede pública e privada.

Quando perguntado sobre a contribuição do evento para os alunos dos cursos de Química do IFG, o professor Igor Savioli explicou que o encontro auxiliou nas pesquisas de alguns alunos e outros puderam ver os seus conhecimentos teóricos em diversas etapas do processo de produção da cerveja. Lauane Pereira de Oliveira, estudante de Licenciatura em Química do Câmpus Luziânia, participou das duas edições do ETPCE e concorda com o professor Igor. Segundo ela, foi possível assimilar o conteúdo com as disciplinas do seu curso. “A segunda edição foi ainda melhor. Vieram assuntos novos, de vertentes distintas da cerveja que foram muito interessantes e proveitosos”, disse a estudante.

Lauane conta que após conhecer mais sobre a produção de cervejas especiais sua opinião mudou. “Antes do encontro eu conhecia bem pouco, até tinha uma opinião fechada. Após o encontro minha opinião mudou. Produção de cerveja artesanal é uma arte e qualquer pessoa pode produzir. O que mais gostei nessa edição foi aprender sobre kombucha, controle de qualidade e gestão sensorial”, afirmou Lauane de Oliveira.

2020 promete a terceira edição do Encontro de Tecnologia na Produção de Cervejas Especiais, mas dessa vez, no Câmpus Inhumas do IFG. Em 2019, o evento contou com o apoio das cervejarias Stadt e Zé do Malte.

 

ETPCE – 1ª edição

O 2° ETPCE visou dar continuidade ao 1º Encontro de Tecnologia na Produção de Cervejas Especiais, realizado nos dias 21 e 22 de novembro de 2017. Cerca de 150 participantes tiveram várias atividades de qualificação sobre empreendedorismo, sommelier, potencialidades de técnicas analíticas em análise de cerveja e inovação em cervejas especiais. Aconteceram também oficinas de produção de cerveja artesanal e manuseio e montagem de equipamentos, onde os participantes tiveram atividades práticas.

 

Curiosidade

Em 2018, o projeto de pesquisa desenvolvido pelos professores Igor Savioli e Daniel Annunciação, em conjunto com a Cervejaria Colombina, foi selecionado para apresentação oral no 2° Congresso Latino Americano & Brasileiro de Ciência e Mercado Cervejeiro (2º Cervecon). O estudo apresentado mostrou a necessidade de investimento no controle de qualidade dos processos e investimentos na área de pesquisa para inovações e crescimento tecnológico.

O trabalho foi premiado em segundo lugar geral e, de acordo com os professores Igor e Daniel, isso “coloca em evidência a importância do IFG como peça chave na formação de profissionais para o setor, com o melhoramento de processos e desenvolvimento de tecnologias”. Os resultados foram publicados em forma de resumo nos anais do evento e o artigo científico aceito será publicado na revista latino-americana de cerveja.

Veja fotos do evento.


Coordenação de Comunicação Social / Câmpus Luziânia

Fim do conteúdo da página