Pesquisa

Aluno do Câmpus Valparaíso constrói relógio solar com apenas 40 reais

O material físico elaborado precisa ser cortado milimetricamente por um laser

  • Imprimir
  • Criado: Quarta, 14 de Agosto de 2019, 20h03
  • Última atualização em Terça, 17 de Setembro de 2019, 08h22
Pedro durante demonstração do relógio solar
Pedro durante demonstração do relógio solar

Com apenas 40 reais, muita pesquisa e, claro, muita criatividade e boa vontade, Pedro Matos, estudante do segundo ano do curso técnico integrado em Automação Industrial, do Câmpus Valparaíso, do Instituto Federal de Goiás, construiu um relógio solar. As aplicações? Várias, como explica a coordenadora do projeto, Danielle Pereira: "Finalidade didática para os professores de geografia e matemática trabalharem conteúdos como coordenada geográfica, fuso horário e movimento da Terra".

 

O relógio solar foi construído com MDF, e as posições das horas foram milimetricamente cortadas com laser, sendo projetado pelo software Fusion 360º. A posição de cada hora em relação a próxima muda de ângulo, o que dificulta o cálculo das disposições dos números no material elaborado. Sobre o trabalho, Pedro destaca o conhecimento adquirido: "eu aprendi muito sobre o movimento do Sol e Astronomia".

Para que o relógio solar funcione, ele deve estar com seu gnómon (parte que possibilita a projeção da sombra) direcionado para o Norte. O projeto foi iniciado em agosto do ano passado.

 

Saiba mais:
Praticando a geografia: construção de um relógio solar no Câmpus Valparaíso
Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio (PIBIC- EM)
Ano: 2018/2019
Orientadora: Danielle Pereira da Costa
Aluno: Pedro Henrique Duarte Matos

A professora Danielle e o estudante Pedro

 

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Valparaíso.