Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Servidor > IFG > Últimas notícias > Professores e alunos do ProfArtes representam o IFG no VI Encontro Nacional de Professores de Arte dos Institutos Federais 
Início do conteúdo da página
Artes

Professores e alunos do ProfArtes representam o IFG no VI Encontro Nacional de Professores de Arte dos Institutos Federais 

O coordenador e a vice-coordenadora do ProfArtes/IFG, professores Alexandre José Guimarães e Luciana Gomes Ribeiro, respectivamente, e os mestrandos Edilene Batista e Jovair Batista representaram o Programa no Seminário “Perspectivas da Pós-Graduação na Área de Artes na Rede Federal”, que integrou a programação do VI ENPAIF

Coordenador do ProfArtes/IFG, professor Dr. Alexandre José Guimarães, em apresentação sobre o Programa de Pós-Graduação do IFG no VI ENPAIF
Coordenador do ProfArtes/IFG, professor Dr. Alexandre José Guimarães, em apresentação sobre o Programa de Pós-Graduação do IFG no VI ENPAIF

O compartilhamento de informações sobre pesquisa em Artes e o fortalecimento de propostas para fomento da pós-graduação stricto sensu em Artes nos Institutos Federais foram alguns dos resultados da participação de professores e alunos do Mestrado Profissional em Artes (ProfArtes) do Instituto Federal de Goiás (IFG) no VI Encontro Nacional de Professores de Arte dos Institutos Federais (ENPAIF), realizado de 11 a 14 de agosto no Câmpus Fortaleza do Instituto Federal do Ceará (IFCE). O coordenador do ProfArtes/IFG, professor Alexandre José Guimarães, a vice-coordenadora professora Luciana Gomes Ribeiro e os mestrandos Edilene Batista e Jovair Batista representaram o Programa no Seminário “Perspectivas da Pós-Graduação na Área de Artes na Rede Federal”, que integrou a programação geral do evento.

A participação do IFG no VI ENPAIF foi registrada também com as presenças dos professores Mônica Mitchell e Luciana Martini, docentes dos câmpus Inhumas e Jataí, respectivamente. Os quatro docentes do IFG prestigiaram o lançamento do livro “Panorâmica – Artes Visuais e a Criação Docente na Rede Federal”, que conta com produções artísticas assinadas pelas professoras Mônica e Luciana Martini e também por Elza Gabriela Godinho, que é docente do Câmpus Anápolis.

O VI ENPAIF teve o tema “Arte, Política e Territórios Culturais”. Segundo os organizadores do evento, a escolha do tema deveu-se às dificuldades sobre o entendimento das possibilidades de desenvolvimento social, psicológico e criativo para futuros profissionais da área.

 

Destaques na pós-graduação em Artes

Vice-coordenadora e coordenador do ProfArtes/IFG, prof. Dra. Luciana Ribeiro e prof. Dr. Alexandre Guimarães, com a coordenadora do Mestrado Profissional em Artes do IFCE, professora Dra. Maria de Lourdes Macena de SouzaO coordenador do ProfArtes/IFG, professor Alexandre Guimarães, informa que, em toda a Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica, apenas dois câmpus ofertam cursos de pós-graduação stricto sensu na área de Artes: o IFG - Câmpus Aparecida de Goiânia e o IFCE - Câmpus Fortaleza, que esteve representado no ENPAIF pela coordenadora do Mestrado Profissional em Artes do IFCE, professora Maria de Lourdes Macena de Souza (à direita na foto), e por discentes. O IFG oferta o Mestrado Profissional em Artes, da Rede ProfArtes, voltado a professores da Educação Básica, e o IFCE oferta o Mestrado Profissional em Artes, que é um programa institucional, voltado a artistas, professores de arte e trabalhadores da cultura. “Nesse sentido, o IFG e o IFCE estão na ponta da Rede Federal, no que diz respeito à pesquisa e pós-graduação stricto sensu na área de Artes”, afirmou o coordenador do ProfArtes/IFG.

“Por meio de apoio institucional da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG) do IFG, foi possível participar presencialmente do seminário, para discutir acordos de pesquisa em Artes entre os dois institutos, bem como criar redes de apoio para o fomento da pós-graduação stricto sensu em Artes nos Institutos Federais”, afirma o professor Alexandre. Estava também presente no seminário, o coordenador adjunto de Programas Acadêmicos da Área de Artes na CAPES, professor Paulo Merisio, da UNIRIO. Os discentes Edilene Batista e Jovair Batista (na foto abaixo), que estão em processo de finalização do mestrado no ProfArtes/IFG, apresentaram o andamento de suas pesquisas, realizadas nas escolas de Educação Básica em que trabalham.

 

Cursos novos

Mestrandos do ProfArtes/IFG, Jovair Batista e Edilene Batista, apresentando resultados de suas pesquisasOs benefícios da participação dos representantes do ProfArtes/IFG no VI ENPAIF foram muito significativos. O coordenador Alexandre Guimarães declara que, além da oportunidade de conhecer o funcionamento do programa de pós-graduação do IFCE, sua estrutura, área de concentração, linhas de pesquisas, perfis da pesquisa, produção artística e bibliográfica, bem como os produtos artísticos Resultados das pesquisas (que são um dos focos principais dos mestrados profissionais), a participação no seminário “Perspectivas da Pós-Graduação na Área de Artes na Rede Federal” possibilitou ouvir o representante da CAPES sobre sua visão para a pesquisa em Artes na Rede Federal e dialogar sobre processos de avaliação de área e implementação de cursos novos.

O professor Alexandre Guimarães informa que, a partir do encontro e acordos realizados no IFCE, está sendo dado prosseguimento no IFG à Apresentação de Propostas de Cursos Novos - APCN à CAPES, que já estava em andamento quando o IFG foi admitido pela CAPES como Instituição Associada ao ProfArtes. “Devido ao processo de implantação do ProfArtes, que começou no início de 2020, exigindo muito trabalho e aprendizado sobre questões novas em nosso câmpus, retomamos nossa APCN, depois da reabertura do calendário anual da CAPES, para apresentação de cursos novos: o Mestrado Profissional em Artes no IFG, programa institucional e independente que terá o objetivo de qualificar os artistas e trabalhadores de cultura de nossa região, com vistas à pesquisa aplicada em criatividade, inovação e produtos de distribuição, apreciação e formação artística”.

O coordenador explica que o Mestrado em Rede ProfArtes tem um público específico, com o requisito de ser professor de Arte da Educação Básica na rede pública. No entanto, muitos artistas ou trabalhadores da cultura procuram o IFG interessados no Mestrado e poderiam ser atendidos, mediante a aprovação de um novo curso pela CAPES, de ampla concorrência, voltado “à vida e trabalho dos artistas e de outros profissionais de áreas afins”, diz Alexandre. Segundo ele, a Apresentação de Proposta de Cursos Novos - APCN à CAPES é um processo lento e exigente, mas ressalta que a APCN em Artes do IFG já tramitou pelos conselhos dos Campus Aparecida de Goiânia e já foi aprovado pela Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - Câmara de Pesquisa e Pós-Graduação, por meio do PARECER 4/2021-URU-GPPGE/URUACU/IFG, de 30 de abril de 2021.

“A partir desse parecer, faremos as revisões necessárias e o aprimoramento do nosso projeto, de modo que, mediante nossa experiência no PROFARTES, possamos demonstrar à CAPES nosso material humano, criativo e intelectual para a implantação de um programa institucional, cujo olhar estará para as especificidades da Rede Federal, que relacionam vida, formação, trabalho e, claro, com arte e cultura”, afirma Alexandre Guimarães. Ele acrescenta que o PPG - Artes do IFCE apoia o IFG nesse projeto, que prevê uma rede Centro-Oeste e Nordeste para a pesquisa e pós-graduação em Artes.

 

Imagens da participação dos coordenadores e discentes do ProfArtes no VI ENPAIF

 

 

Coordenação de Comunicação Social e Eventos / Câmpus Aparecida de Goiânia

 

Comunicados (Servidor)

Fim do conteúdo da página