Portal do Governo Brasileiro
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial

Extensão

Imprimir PDF

Mais de 170 guardas municipais participam de curso FIC do IFG

Cursistas e autoridades estaduais e regionais participam do Seminário no Teatro do IFG

Cento e setenta e nove guardas municipais dos municípios de Formosa, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Luziânia e Valparaíso de Goiás: este foi o número de participantes da aula instrucional do Curso de Formação de Guarda Civil Municipal, realizada ontem, no Instituto Federal de Goiás (IFG)/Câmpus Formosa. O curso é ofertado pelo IFG na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC), em parceria com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Estado de Goiás (SSPAP) e prefeituras municipais. Hoje, o Seminário de Segurança Pública para a Cidadania marcou o início do curso.

A presença de prefeitos, vereadores, representantes municipais das cidades participantes – Formosa, Cabeceiras, Luziânia, Cidade Ocidental, e Santo Antônio do Descoberto –, secretários e representantes de órgãos ligados à segurança pública, e servidores do IFG/Câmpus Formosa e Valparaíso oficializou o curso, que será realizado até o mês de junho, no Câmpus. O certificado será expedido aos participantes pela Gerência de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão (Gepex), com carga horária de 1.172 horas. Durante o evento também houve o lançamento de livros sobre a temática.

Guardas municipais participam de aula instrucionalO curso de Formação de Guarda Civil Municipal tem por objetivo formar guarda civil municipal a partir de uma perspectiva humanizada, pautada pelo respeito aos direitos humanos e a diversidade social, buscando promover o pleno exercício da sua profissão e a garantia dos direitos do cidadão

As guardas municipais, regulamentadas pela Lei nº 13.022, de 8 de agosto de 2014, atuarão na prevenção de crimes, observando iluminação pública, desordens urbanas, equipamentos públicos e trânsito. Para Madson Ribeiro, representante da SSPAP-GO, a educação também pode ser aliada no combate ao crime. O trabalho pode ser feito com a redução da evasão escolar, com o contraturno profissionalizante, práticas de esporte e cultura e combate às drogas.

Secretaria de Segurança Pública de Goiás quer reduzir índice de criminalidade com prevençãoÀ tarde, cinco palestras foram ministradas aos cursistas, sobre segurança pública no Brasil; programa Pacto Social Goiás Pela Vida, do governo estadual; implicações da Lei 13.022; segurança pública cidadã e o uso de instrumentos de menor potencial ofensivo. Na palestra “Pacto Social Goiás pela Vida”, Madson Ribeiro afirmou que este é o início de um trabalho a favor da segurança pública que será feito em conjunto, nas esferas federal, estadual e municipal. Madson deixou claro que os poderes estão unidos para  combater a criminalidade. “Nossa meta é transformar o Entorno do DF e os senhores são os agentes”, disse Madson, dirigindo-se aos guardas municipais.

 

Crédito foto principal: Aldimar Nunes


Setor de Comunicação Social/Câmpus Formosa