Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

IFG promove debate sobre Trabalho, Saúde e Adoecimento Psíquico

Criado: Segunda, 01 de Outubro de 2018, 10h39 | Última atualização em Segunda, 01 de Outubro de 2018, 10h40

Ação será realizada em conjunto com a Universidade Federal de Goiás e sindicatos

Inscrições abertas para o debate
inscrições abertas para o debate

No dia 19 de outubro, sexta-feira, às 14 horas, será realizada uma discussão a respeito de questões referentes ao trabalho, saúde e adoecimento psíquico. As inscrições para participação na atividade, que ocorrerá no Auditório do SINT-IFESgo, em Goiânia, estão abertas e podem ser feitas gratuitamente, exclusivamente no site. O evento é voltado para estudantes, professores, técnico-administrativos, gestores e terceirizados.

Participarão do debate os professores da Universidade de Brasília (UnB) Ana Magnólia Mendes e da Universidade Nova de Lisboa, João Areosa. Na ocasião, haverá também o lançamento do livro da professora Magnólia: Desejar, Falar, Trabalhar.

O evento é organizado conjuntamente pelo IFG, por meio da Pró-reitoria de Desenvolvimento Institucional – Coordenação de Assistência ao Servidor, a UFG e quatro sindicatos de trabalhadores: SINTIFES-go, Sintef-GO, SINPRO e ADUFG. A coordenação é do servidor do IFG Luciano Alvarenga Montalvão.

"O trabalho é atividade fundamental na vida humana: não apenas como provedor de subsistência, mas como atividade produtora de sentidos e significados que constituem o sujeito e a sua teia de relações sociais. Por meio do trabalho, formamos nossa identidade, alcançamos reconhecimento, desenvolvemos nossas potencialidades e produzimos conhecimento sobre a natureza, o mundo e a sociedade. Não é por acaso que as situações de não trabalho - como o desemprego e, por vezes, a aposentadoria - podem ser desalentadoras. Ocorre, no entanto, que no atual estágio de contradições entre capital e trabalho, a atividade laboral humana é reduzida ao seu caráter econômico produtor de lucro e capacidade de consumo”, afirma Luciano.

 

Faça sua inscrição.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

 

Fim do conteúdo da página