Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Ensino

IFG participa do Encontro Nacional das Irmandades de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

Criado: Quinta, 28 de Setembro de 2017, 08h38 | Última atualização em Quarta, 11 de Outubro de 2017, 18h01

O evento inicia-se amanhã, dia 29 de setembro, junto à 283º edição da Festa de Nossa Senhora do Rosário da cidade

imagem sem descrição.

A programação do evento segue até o dia 18 de outubro e é composta de parte religiosa (novena, procissão e quermesse), parte acadêmica (mesas redondas, conferência e sessão de comunicação oral) e parte cultural (apresentação dos grupos de Congo, Tapuio, Ternos dentre outros). O IFG participa como parceiro junto à Universidade Estadual de Goiás (UEG) por meio do NEAB- Nuances (Núcleo de estudos Afro-Brasileiro, Indígena, de Gêneros e Sexualidades)

As irmandades do Rosário, historicamente, desde o período colonial no Brasil, estiveram relacionadas à devoção católica e popular das pessoas negras escravizadas ou não, bem como por seus descendentes. Configurou-se, portanto, como uma forma de construção da identidade cultural e também como espaço de resistência dessa população. Atualmente, a devoção à Nossa Senhora do Rosário congrega várias expressões culturais relacionadas à História da população afro-brasileira como, por exemplo: Congada, Dança de Congos, confraria, reinados, ternos de moçambiques, tapuio, marinheiros, caçada da Rainha e um grande conjunto de práticas ancestrais que dialogam com os diferentes legados africanos e que marcam a identidade dessa população no tempo presente.

O objetivo do evento é informar e valorizar as expressões identitárias do povo negro goiano vilaboense relativas às manifestações religiosas do chamado “catolicismo popular”, por meio do diálogo com a comunidade católica local, com os grupos de "cultura negra" da cidade e do Estado de Goiás e do Brasil, bem como com os pesquisadores e pesquisadoras acadêmicas dedicados aos estudos desse tema.

A parte acadêmica é composta de palestras, mesas redondas, exposição de trabalhos e conferências com grandes nomes da área como o professor e cientista social Carlos Rodrigues Brandão que tem vários livros publicados sobre as manifestações do catolicismo popular.



Acesse aqui a programação completa



Comunicação Social/câmpus Cidade de Goiás com informações da Comissão Organizadora do Evento

 

Fim do conteúdo da página