Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Esporte

IFG sela parcerias para oferta de aulas de artes marciais a crianças em Anápolis

Criado: Segunda, 04 de Setembro de 2017, 18h33 | Última atualização em Sexta, 22 de Setembro de 2017, 18h25

Dois projetos sociais têm usado o espaço da Instituição para oferecer iniciação esportiva gratuita em caratê, jiu jitsu e muay thay

Projeto Esporte com Amor
Projeto Esporte com Amor

Os sábados estão mais alegres e movimentados no Instituto Federal de Goiás (IFG) - Câmpus Anápolis desde que a Instituição abriu suas portas para dois projetos sociais que oferecem aulas gratuitas de artes marciais a crianças que moram nas proximidades do IFG. Atualmente as duas iniciativas atendem aproximadamente 60 meninas e meninos por meio de iniciação esportiva em caratê, jiu jitsu e muay thay. As parcerias são frutos diretos da articulação iniciada pelo projeto de extensão do Câmpus Anápolis denominado "Terra, mãos e sonhos no Câmpus Anápolis: uma proposta de intervenção nas condições de vulnerabilidade social no Residencial Copacabana e Vale das Laranjeiras" (saiba mais, clicando aqui).

O primeiro projeto parceiro do IFG foi "Os Bárbaros de Cristo", que atende alunos de 6 a 18 anos, existe há cinco meses e tem utilizado as dependências do Galpão Tecnológico do Câmpus Anápolis há aproximadamente dois meses para oferecer aulas de jiu jitsu e muay thay. "(A parceria) foi algo grandioso. O IFG solidificou o trabalho e tem nos dado um grande suporte", comemora o instrutor de jiu jitsu Eriksen Cruz dos Santos. Antes disso, as aulas chegaram a ser ofertadas em chão batido. Além de Eriksen, são instrutores do projeto Thaís Leal (jiu jitsu), Amanda Cristina da Silva e Gabriela Rodrigues (atuam com muay thay). Um incentivo recente ao trabalho foi a participação dos alunos no Campeonato Goiano de Jiu jistu, realizado em Goiânia no mês de agosto. "Foi lindo demais vê-los ali, torcendo, participando", expressa Eriksen que conquistou o 1º lugar em sua categoria. Além dele, a instrutora Thaís conquistou a segunda colocação.

Nas fotos a seguir  "Os Bárbaros de Cristo" antes e depois da parceria com o IFG: 

 

O projeto Esporte com Amor, conduzido pela Associação Amor ao Próximo, oferece aulas de caratê para alunos entre 5 e 17 anos provenientes de locais como Vale das Larajeiras, Residencial Reny Cury e outros. Esse projeto existe desde janeiro de 2017 e é executado no pátio do Bloco 500 do IFG há quase um mês. O presidente da associação, Warley Souza Ribeiro, afirma que a parceria com o Câmpus Anápolis auxiliou no conforto de todos. "Antes as aulas eram feitas em uma lona no chão. Hoje temos o tatame oferecido pelo IFG", celebra. Uma das formas de reconhecimento da importância da parceria foi observada no dia em que a reportagem participou de uma das aulas de caratê. Os alunos estavam sem kimonos naquela ocasião porque a logomarca do IFG estava sendo bordada nas vestes usadas por eles. O instrutor de caratê é Antônio Alcebíades Júnior. O Esporte com Amor também inclui a oferta de aulas de futebol de campo em outro espaço fora do IFG. A Associação Amor ao Próximo existe há um ano e nove meses. Nos dois projetos apoiados pelo IFG, após as aulas, as crianças recebem lanche proveniente de doações.

Na foto a seguir, os instrutores de "Os Bárbaros de Cristo", Eriksen, Amanda e Thaís. 

 

 

BRILHO, RESPEITO, DEDICAÇÃO

Nas aulas, destaca-se um misto de brilho no olhar das crianças ali atendidas e de reverência e respeito aos instrutores pelos ensinamentos que elas têm alcançado. Tudo isso associado a uma nítida percepção da dedicação oferecida a elas por parte dos voluntários dos dois projetos. Aqueles que acompanham de perto seus familiares atestam os bons resultados já obtidos por eles como a melhora no convívio da família e no desempenho escolar (ambos projetos exigem que o aluno frequente a escola).

A dona de casa Allyne Soares (foto ao lado) não esconde a satisfação de ver os filhos Anna Laura, de 11 anos, Guilherme, de 9, e Annaly, de 8, praticando caratê desde fevereiro de 2017. Segundo ela, as crianças têm melhorado na escola e no relacionamento em casa e na comunidade. Muito especialmente, ela se sente feliz com o desenvolvimento que uma das filhas que tem necessidades especiais tem desfrutado desde que começou a prática esportiva. "Havia indicação médica para que ela praticasse um esporte, mas eu não teria condições de bancar (aulas particulares)", relata. A mudança para o espaço do IFG agradou a dona de casa, que mora com a família no Residencial Copacabana. A cuidadora de idosos Rosângela Maria Gomes, do Vale das Laranjeiras, também é outra mãe satisfeita tanto com o esporte como com a parceria do IFG por notar muitos benefícios alcançados pelo seu filho, Wanderson, de 13 anos. "Ele amou o IFG. Ele deixou de ser agressivo, me ajuda em casa", afirma a cuidadora (foto abaixo).

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Anápolis

Fim do conteúdo da página