Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Eficiência Energética

Painéis fotovoltaicos e automação do sistema de iluminação são implantados no Câmpus Goiânia

Criado: Sexta, 09 de Novembro de 2018, 09h59 | Última atualização em Terça, 13 de Novembro de 2018, 17h52

As inovações integram o Projeto de Eficiência Energética, que está em execução na unidade

Painéis fotovoltaicos instalados no IFG - Câmpus Goiânia irão gerar energia elétrica a partir da luz solar (Crédito/Foto: Julio Martinez).
Painéis fotovoltaicos instalados no IFG - Câmpus Goiânia irão gerar energia elétrica a partir da luz solar (Crédito/Foto: Julio Martinez).

O Projeto de Eficiência Energética, que está em andamento no Instituto Federal de Goiás (IFG) – Câmpus Goiânia desde o início deste ano, prossegue numa nova fase com a instalação de painéis fotovoltaicos nos telhados e automação do sistema de iluminação do câmpus. O projeto, que já contemplou o desenvolvimento de uma árvore solar instalada no pátio, tem por objetivo promover a economia de energia na unidade.

Os telhados dos blocos 300,400, 500 e da sala dos servidores ganharam reforço na estrutura, para fixação de suportes metálicos que sustentarão 775 painéis fotovoltaicos. Já é possível observar alguns painéis instalados no telhado da sala dos servidores e no do bloco das salas 300 no Câmpus Goiânia. Atualmente, a empresa 3E Engenharia, que executa o projeto na unidade, procede com a montagem do sistema fotovoltaico nos blocos de salas 400 e, posteriormente, será feita no bloco 500. As placas fotovoltaicas já instaladas ainda não estão em funcionamento, pois necessitam ser conectadas à rede da concessionária de energia elétrica.

Segundo o coordenador do Projeto de Eficiência Energética no IFG – Câmpus Goiânia, professor José Luis Domingos, os painéis para captação da energia solar constituirão uma usina fotovoltaica, que fará com que o câmpus gere energia e repasse essa produção para a concessionária de energia Enel Distribuição Goiás. Com isso, será possível estabelecer um sistema de compensação de energia no câmpus, ou seja, que a Instituição seja capaz de produzir energia elétrica a partir da luz solar na mesma quantidade que atualmente consome. De acordo com o professor José Luis, esse sistema de compensação “zera” a quantidade de energia solicitada pelo câmpus à concessionária, tornando o sistema mais autossustentável, porém não extingue a conta de energia a ser paga.

Além da instalação da usina fotovoltaica, a substituição das lâmpadas fluorescentes por lâmpadas LED, que também está em execução no Câmpus Goiânia, proporciona uma maior eficiência no uso da energia na unidade. No câmpus, são, ao todo, 5.200 lâmpadas e refletores que serão substituídos pela tecnologia LED para iluminação externa, de corredores, jardins e salas de aula e administrativas, de acordo com o coordenador da área de serviços da 3E Engenharia, Julio Martinez. O projeto contempla ainda a instalação de sistema de aquecimento de água dos chuveiros dos banheiros do ginásio de esportes.

Automação do sistema de iluminação

Outra etapa importante do Projeto de Eficiência Energética é a automação do sistema de iluminação para o acendimento e desligamento automático das lâmpadas das salas do câmpus. Essa automação ocorre mediante a instalação de sensores de presença de movimento, que utilizam sinais de ultrassom e infravermelho para acender e desligar as lâmpadas. Esses sensores serão programados para desligarem as lâmpadas numa faixa de tempo, que pode variar entre 5 e 8 minutos. Essa medida contribuirá para economia de energia elétrica e, por conseguinte, redução na conta de energia do câmpus.

O professor José Luis Domingos explica que, mesmo com a instalação desses sensores de detecção de movimento nas salas, é possível que as lâmpadas sejam desligadas também pelos interruptores, para que os sensores não interfiram, por exemplo, nas aulas durante o uso do datashow. Segundo o professor, este momento se faz necessária a adequação das alterações que estão sendo realizadas, que visam ao uso mais racional e eficiente dos recursos energéticos do câmpus.

Nas salas do câmpus, haverá ainda a instalação de adesivos junto aos interruptores, com orientações a respeito da automação do sistema de iluminação e sobre o seu uso.


Leia mais sobre o Projeto de Eficiência Energética na Instituição:

 

Confira mais fotos dos painéis fotovoltaicos na página do IFG – Câmpus Goiânia no Facebook

Painéis Fotovoltaicos e a árvore solar instalados no IFG - Câmpus Goiânia
Painéis Fotovoltaicos e a árvore solar instalados no IFG - Câmpus Goiânia

 

Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia

Fim do conteúdo da página