Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Ensino

Projeto Mais Ciência incentiva novas propostas para o ensino de Física

Criado: Segunda, 14 de Maio de 2018, 11h28 | Última atualização em Terça, 15 de Maio de 2018, 09h52

A ação é realizada por estudantes do curso de Licenciatura em Física do IFG – Câmpus Goiânia

Estudantes de Licenciatura em Física: Luan Torres, Thais Cássia Morais, João Marcos Cardoso, Pablyne Macedo e Alexandre Ferreira promovem o Projeto Mais Ciência no Câmpus Goiânia.

Com objetivo de propor práticas pedagógicas que favoreçam alunos do ensino médio a perceberem como a Ciência Física está presente no nosso cotidiano, estudantes do curso de Licenciatura em Física do Instituto Federal de Goiás (IFG) – Câmpus Goiânia criaram o Projeto Mais Ciência. A iniciativa busca oferecer aulas de reforço de física para estudantes do ensino médio e desenvolver conteúdos a serem disponibilizados em plataformas digitais.

O Projeto Mais Ciência é uma realização dos estudantes do curso de Licenciatura em Física do IFG – Câmpus Goiânia: Pablyne Belkys Karine Barbosa Macedo, Luan de Castro Torres, Alexandre Alves Ferreira, Thais Cássia Silva Morais e João Marcos de Oliveira Cardoso, com orientação do coordenador da Licenciatura em Física e professor Claudio José da Silva. O grupo pretende cadastrar a ação como um Projeto Institucional de Iniciação à Docência (PIBID) nos próximos editais a serem disponibilizados pelo IFG, segundo o professor.

Dentre as diversas ações propostas para o projeto, são realizadas aulas de reforço na disciplina de Física para estudantes do ensino médio, nas quartas-feiras, das 13 às 18 horas, no IFG – Câmpus Goiânia, nas quais são sanadas dúvidas e respondidas listas de exercícios de física. Os locais das aulas de reforço no câmpus são combinados previamente entre o grupo do Projeto Mais Ciência e os participantes, pois não há uma sala específica para a realização das aulas de reforço.

Além disso, o grupo criou um canal no Youtube: Acende a Luz Aí, no qual pretende publicar vídeos feitos pelos próprios estudantes do projeto mostrando entrevistas com alguns professores e convidados para falarem sobre temáticas relacionadas à área de física.O primeiro vídeo disponibilizado no canal é uma entrevista com o estudante Vinícius Alcantra, 16 anos, de um colégio particular em Goiânia, que irá para a Europa representando o Brasil em Olimpíadas internacionais de Física.

Também são disponibilizados outros conteúdos e curiosidades sobre a Ciência Física no Instagram do projeto: @cienciaprojetomais. No projeto, o grupo de estudantes realizará pesquisas com alunos de turmas de ensino médio ( 1°, 2° e 3° anos) do IFG e também em outras duas escolas em Goiânia, sendo uma privada e outra estadual, para fazer uma análise de como está sendo o ensino de física em geral. 

“Com as análises em mãos, iremos propor algumas feiras de ciências e aulas diferentes, para que possamos atrair mais pessoas para importância do estudo das Ciências”, explica a estudante de Licenciatura em Física e uma das participantes do projeto, Thais Cássia Morais.


Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia.

Fim do conteúdo da página