Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Câmpus Goiânia

IFG realiza testagem de Covid-19 em servidores efetivos e terceirizados que trabalham presencialmente

A ação é do Câmpus Goiânia e integra projeto da UFG, em parceria com o IFG, e conta com recursos da Setec/MEC (edital Conif) e do MCTI

  • Criado: Quarta, 14 de Abril de 2021, 08h26
  • Última atualização em Quinta, 17 de Junho de 2021, 11h26
A testagem de Covid-19 realizada teve como público-alvo servidores efetivos e terceirizados que trabalham presencialmente no Câmpus Goiânia do IFG e alunos que desenvolvem pesquisas e utilizam os laboratórios da unidade durante a pandemia.
A testagem de Covid-19 realizada teve como público-alvo servidores efetivos e terceirizados que trabalham presencialmente no Câmpus Goiânia do IFG e alunos que desenvolvem pesquisas e utilizam os laboratórios da unidade durante a pandemia.

Projeto resultante de parceria entre o Instituto Federal de Goiás (IFG), por meio do Câmpus Goiânia, e a Universidade Federal de Goiás (UFG), possibilitou na manhã desta quinta-feira, 13, a ação de testagem molecular de Covid-19 em servidores efetivos e terceirizados que trabalham presencialmente e, também, de alunos cadastrados que estão desenvolvendo pesquisas nos laboratórios do câmpus. O projeto de diagnóstico molecular de coronavírus (Sars-CoV-2) foi contemplado com recursos financeiros da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação, obtidos por meio do edital lançado pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e também com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, obtidos pela UFG.

O projeto possui recursos da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, obtidos pelo IFG junto ao Conif, e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, obtidos pela UFG.

A testagem promovida no câmpus contou com a atuação voluntária dos servidores biólogos da unidade e atuantes no projeto de diagnóstico molecular de Coronavírus (Sars-CoV-2), Francyelli Mello Andrade, Patrícia Thieme Onofri Saiki, Ronney Fernandes Chagas, conjuntamente à Diretoria-Geral da unidade, à Gerência de Administração e Manutenção (GAM), à Gerência de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão (Gepex) e à Coordenação de Assistência Estudantil (CAE).

Os servidores do Câmpus Goiânia do IFG e voluntários do projeto: Patrícia Thieme Onofri Saiki,  Ronney Fernades Chagas e  Francyelli Mello Andrade.
Os servidores do Câmpus Goiânia do IFG e voluntários do projeto: Patrícia Thieme Onofri Saiki, Ronney Fernandes Chagas e Francyelli Mello Andrade.

 

Quase 100 servidores do Câmpus Goiânia puderam realizar o teste RT-PCR gratuitamente durante a ação. Para o servidor técnico-administrativo lotado na coordenação de Administração da Tecnologia da Informação, Jarbas de Assis Moraes, a iniciativa de realizar os testes de Covid-19 entre os servidores que realizam suas atividades presencialmente é importante, pois ele tem trabalhado no câmpus todos os dias sem saber se está ou não com o vírus, apesar de não apresentar sintomas. Ele afirma que foi o seu primeiro teste realizado desde o início da pandemia no ano passado.

A servidora terceirizada e encarregada do Câmpus Goiânia, Gildete de Carvalho, que também fez seu primeiro teste de Covid-19 durante a ação, avaliou que foi muito bom e tranquilo o atendimento. Ela, que tem algumas comorbidades e trabalha diariamente no câmpus, ressalta que já tinha vontade de fazer o exame e agradeceu ao IFG pela oportunidade.

A servidora do Câmpus Goiânia do IFG e bióloga, Francyelli Mello Andrade, que articulou a testagem de Covid-19 no câmpus conjuntamente com a Diretoria-Geral da unidade, explica que a ação teve como público-alvo os servidores efetivos e terceirizados que estão trabalhando presencialmente e mais alguns alunos que desenvolvem pesquisas utilizando os laboratórios no câmpus. A iniciativa visou promover a atenção à saúde dos servidores que atuam diariamente no câmpus, especialmente após o registro de alguns casos de servidores terceirizados acometidos pela Covid-19.

 A partir deste ano, a equipe passará a ofertar também a testagem ampliada de Covid-19 junto a alguns municípios goianos, explica Francyelli. Esse projeto foi contemplado com recursos financeiros da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação, obtidos pelo IFG por meio do edital lançado pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) e também junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTIC) pela UFG. Além da realização dos testes, o projeto contempla ainda o sequenciamento das amostras coletadas para identificação das possíveis variantes de Covid-19 que estão em circulação em Goiás, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde.

“É a Rede Federal mostrando o seu valor para a sociedade e o que a gente pode contribuir devolvendo para a sociedade o investimento que nos foi dado em educação, capacitação. Esse é o momento que nós estamos fazendo”, ressalta a servidora do Câmpus Goiânia do IFG, Francyelli Mello Andrade.

A testagem realizada no Câmpus Goiânia contou com o apoio de professoras e estudantes voluntários do projeto de extensão Tenda Triagem Covid-19, executado pela FEN/UFG e idealizado pela diretora da faculdade e professora da UFG, Claci Fátima Weirich Rosso. Na testagem, oito estudantes da graduação em Enfermagem capacitados para triagem e coleta do teste RT-PCR atuaram na iniciativa, sob a supervisão das professoras da FEN/UFG, Viviane Barreto e Karina Suzuki. As amostras coletadas serão processadas no Laces do ICB/UFG e os resultados serão disponibilizados aos servidores do Câmpus Goiânia atendidos.

Professoras Viviane Barreto e Karina Suzuki,  e alunos voluntários do projeto de extensão Tenda Triagem Covid-19,  no formato itinerante e executado pela Faculdade de Enfermagem da UFG.
Professoras Viviane Barreto e Karina Suzuki e mais estudantes voluntários do projeto de extensão "Tenda Triagem Covid-19", no formato itinerante e executado pela Faculdade de Enfermagem da UFG.

 

 Veja aqui mais fotos da ação na página do Câmpus Goiânia do IFG no Facebook

 

Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia do IFG.

Fim do conteúdo da página