Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
GESTÃO

Uso de máscaras passa a ser facultativo no IFG

Criado: Terça, 03 de Maio de 2022, 14h41 | Última atualização em Terça, 03 de Maio de 2022, 14h49

Norma faz parte da nova edição do Protocolo de Biossegurança da Instituição

O documento traz também orientações sobre higienização das mãos, limpeza e uso de álcool, além de recomendações à comunidade acadêmica e aos gestores
O documento traz também orientações sobre higienização das mãos, limpeza e uso de álcool, além de recomendações à comunidade acadêmica e aos gestores

 A partir desta terça-feira, 3 de maio, o uso de máscaras passa a ser facultativo em ambientes abertos e fechados de todo o Instituto Federal de Goiás. A norma faz parte da nova edição do Protocolo de Biossegurança do IFG. O documento foi revisado pelo Comitê de Mitigação e Biossegurança do IFG (CMBio/IFG), que se reuniu nos dias 28 e 29 de abril para revisar o documento.

Conforme o Comitê, as revisões periódicas nas normas são necessárias, para acompanhar a dinâmica da pandemia da Covid-19 e para incluir as deliberações das autoridades sanitárias. Com a revisão do documento, as principais mudanças são a retirada da obrigatoriedade do uso de máscaras na maioria das situações. Além de abordar o uso de máscaras, o documento trata a respeito da higienização das mãos, do uso de álcool, da limpeza dos ambientes institucionais e traz recomendações à comunidade acadêmica e aos gestores da Instituição.

 

Uso de máscaras

O Protocolo de Biossegurança é um documento de orientação à comunidade acadêmica do IFG acerca dos procedimentos que ainda precisam ser adotados em virtude da pandemia da Covid-19. E de acordo com o artigo 9º da nova edição do Protocolo, o uso de máscaras passa a ser facultativo em ambientes abertos e fechados de todo o IFG.

É importante destacar que essa facultatividade não se aplica às unidades localizadas em municípios onde o poder público municipal possua normas que obriguem seu uso em ambientes educacionais, considerando os níveis e modalidades dos cursos ofertados em cada unidade do IFG; aos ambientes destinados a atendimentos em saúde em todo o IFG; e ao interior dos veículos oficiais da Instituição. Nesses locais, a máscara continua obrigatória.

Conforme o Protocolo, embora não seja mais obrigatório, o uso das máscaras continua altamente recomendado para todos os públicos, especialmente, para pessoas pertencentes aos grupos de risco (imunossuprimidos, com comorbidades, idosos e gestantes) e pessoas não vacinadas ou com vacinação incompleta.

A máscara de proteção facial indicada é a PFF2, N95 ou cirúrgica de tripla camada, podendo, em caso de escassez, ser utilizada a máscara de tecido com tripla camada de proteção. Para outras orientações acerca do uso e cuidado com a máscara de proteção facial, a comunidade acadêmica deve seguir o que estabelece a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

Recomendações

A nova edição do Protocolo traz uma recomendação importante a respeito dos indivíduos que apresentem algum sintoma, como febre, sensação de febre (mesmo que a temperatura não tenha sido aferida), tosse, dor de garganta, coriza, distúrbios olfativos e gustativos, calafrios, diarreia e/ou dificuldade para respirar. Essas pessoas não devem se deslocar para a Instituição.

Nesses casos, a recomendação é que seja buscado um serviço de saúde para que seja feito teste para detecção de Covid-19. Além disso, é preciso que a comunidade acadêmica informe a respeito dessa situação. Nesse sentido, alunos devem informar a coordenação do curso por e-mail; servidores e estagiários devem informar a chefia imediata por e-mail e por telefone. Os trabalhadores terceirizados, por sua vez, também precisam informar a chefia imediata no IFG e a empresa contratante.

 

 

Confira o documento: Protocolo de Biossegurança do IFG - Versão 3.0 (Maio/2022)

Para mais informações, acesse: https://www.ifg.edu.br/coronavirus 

 

 

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

Fim do conteúdo da página