Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Servidor > IFG > Últimas notícias > IFG participa do II Encontro Nacional da EJA na Rede Federal
Início do conteúdo da página
Encontro

IFG participa do II Encontro Nacional da EJA na Rede Federal

Um grupo de 38 pessoas, entre servidores e estudantes da EJA, viajaram até Londrina para debater a Educação de Jovens e Adultos

imagem sem descrição.

Na primeira semana deste mês de dezembro, servidores e alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Instituto Federal de Goiás (IFG) participaram, em grande comitiva, do II Encontro Nacional da EJA EPT (PROEJA) da Rede Federal. O evento aconteceu em Londrina e foi realizado pelo Instituto Federal do Paraná (IFPR), com o apoio do curso de especialização em EJA da Universidade Estadual de Londrina (UEL), entre os dias 3 e 5 de dezembro. Ao todo, mais de 300 pessoas, de todas as partes do Brasil, estiveram reunidas para dialogar sobre a Educação de Jovens e Adultos e sobre as práticas existentes na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica nessa modalidade.

A participação dos IFs da Região Centro-Oeste foi expressiva, principalmente pela integração dos cursos EJA dos Câmpus do IFG, que enviaram representantes de Águas Lindas, Anápolis (mestrado), Aparecida de Goiânia, Formosa, Goiânia Oeste, Câmpus Goiânia, Inhumas, Senador Canedo e da Reitoria do IFG.

Segundo a Comissão Organizadora, o Encontro Nacional da EJA-EPT é resultado da auto-organização de servidores articulados em torno da Educação de Jovens e Adultos integrada à Educação Profissional, nas diferentes instituições da Rede e tem o propósito de fortalecer e avançar na oferta dessa modalidade nas instituições da Rede, mantendo atualizados os diálogos intersetoriais e interinstitucionais, as trocas de experiências educativas, bem como o levantamento dos principais obstáculos que essa modalidade enfrenta nessas instituições.

A abertura do evento foi uma mesa-redonda com o tema “Resistir é preciso! O direito à educação de jovens e adultos trabalhadores em tempos de perdas de direitos”, da qual participaram a professora Maria Aparecida Zaneti, da Universidade Federal do Paraná, que também integra o Fórum Paranaense de EJA, e do professor Carlos Artur Arêas, pró-reitor de Ensino do Instituto Federal Fluminense, que também é membro do Fórum de Dirigentes de Ensino (FDE) do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

Além das falas de professores e gestores que trabalham com a modalidade EJA EPT na Rede Federal, ao longo dos três dias de evento os estudantes, jovens e adultos, oriundos de todas as partes do país (Amazonas, Goiás, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, São Paulo), foram os protagonistas dos relatos de experiências educativas emancipadoras, que exemplificaram a importância dessa modalidade de ensino para a superação das desigualdades sociais e das fragilidades educacionais que grande parte da população brasileira ainda sofre.

Todos os debates foram permeados pela compreensão da necessidade de implantação de políticas públicas nacionais, que visem atender à parcela da população com idade acima de 18 anos que ainda não concluiu o Ensino Médio. Uma realidade que abarca um contingente de mais de 70 milhões de brasileiros sem a escolaridade básica completa. Outro tema bastante caro para todos os participantes do Encontro foi o da necessidade de que essa educação seja não somente para a elevação de escolaridade ou a profissionalização, mas também para uma formação crítica e humanizadora.

O encontro foi encerrado com uma votação sobre um documento a ser elaborado coletivamente, que deve elencar as demandas e reinvindicações de alunos da Educação de Jovens e Adultos, bem como pontuar sugestões de melhorias das práticas da Rede para essa modalidade de ensino. O texto final será entregue ao Conif.

Fizeram parte da Comissão Organizadora do II Encontro EJA EPT (PROEJA): Amanda Tavares Naves - IFPR, Ana Cristina  Santos Limeira - IFAL, Cleia Margarete Macedo Costa Tonin – IFFarroupilha, Guilherme Reichwald Jr – IFSUL, Jaqueline Rosa da Cunha – IFRS, Juliana Aguiar Cavalcante Monteiro - IFAL, Mad Ana Desirée Ribeiro de Castro - IFG, Marilei Rodrigues - IFRO, Michelle Chaves da Silva – IFSP, Patrícia Martarelli da Silveita – IFPR e Rosangela Gonçalves de Oliveira – IFPR. 

 

Veja as fotos do II Encontro EJA EPT (Proeja) da Rede Federal

  

Coordenação de Comunicação Social e Eventos / Câmpus Aparecida de Goiânia

 

Notícias (Servidor)

Fim do conteúdo da página