Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Servidor > IFG > Últimas notícias > Professor recebe prêmio da SBPC Goiás pelo desenvolvimento do projeto Steam4Girls
Início do conteúdo da página
Câmpus Goiânia

Professor recebe prêmio da SBPC Goiás pelo desenvolvimento do projeto Steam4Girls

Carlos Roberto da Silveira Júnior é o primeiro docente do IFG a conquistar o prêmio "Amigos da CT&I em Goiás"

Professor do Câmpus Goiânia do IFG, Carlos Roberto da Silveira Júnior, recebeu o prêmio Amigos da CT&I em Goiás, da SBPC/GO ( Foto: SBPC- Regional Goiás/Divulgação)
Professor do Câmpus Goiânia do IFG, Carlos Roberto da Silveira Júnior, recebeu o prêmio Amigos da CT&I em Goiás, da SBPC/GO ( crédito fotos: SBPC- Regional Goiás/Divulgação)

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – Regional Goiás (SBPC/GO) premiou na noite da última quinta-feira, 12, personalidades e instituições que contribuíram, em 2019, para a popularização da ciência e da pesquisa em Goiás, durante o XIII Fórum SBPC/GO de CT&I do Cerrado: A popularização da Ciência. Entre os premiados, o professor do Câmpus Goiânia do Instituto Federal de Goiás (IFG), Carlos Roberto da Silveira Júnior, recebeu o prêmio Amigos da CT&I em Goiás, na categoria projetos, pelo desenvolvimento e coordenação do projeto de extensão Steam4Girls: aprendizagem criativa para estímulo de meninas cientistas.

A cerimônia de premiação foi realizada no Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, em Goiânia. O prêmio foi concedido a partir da divulgação da reportagem sobre o projeto Steam4Girls no site do Câmpus Goiânia e no Portal do IFG, e, desse modo, a ação chegou ao conhecimento da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – Regional Goiás (SBPC/GO).

Confira aqui a reportagem sobre o projeto Steam4Girls

Para o professor Carlos Roberto da Silveira Júnior, a conquista representa um incentivo para a continuidade de seu primeiro projeto de extensão. “A premiação não é só um afago ao ego, como muitos bem lembraram na cerimônia. É um reconhecimento e se trata de um estímulo para continuarmos trabalhando pela popularização da Ciência, que é levar a Ciência para o público. E essa premiação valoriza isso”.

O prêmio Amigos da CT&I em Goiás, promovido pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - Regional Goiás, foi criado em 2014 com o objetivo de homenagear e incentivar pesquisadores, professores e iniciativas que se destacam com ações em favor da ciência, inovação e tecnologia no contexto da CT&I em Goiás. A premiação é dividida em 7 categorias. Além da premiação concedida ao professor do Câmpus Goiânia do IFG na categoria personalidade, receberam também o prêmio Amigos da CT&I em Goiás, na edição 2019 : Circo Lahetô (categoria Organização Não Governamental), Celso Gonçalves Camilo Júnior – Sedetec/Goiânia ( categoria Políticas Públicas), Nelson Roberto Antoniosi Filho – IQ/UFG ( categoria Pesquisador Destaque), Ítalo Wolff (categoria Divulgação de CT&I), Colégio Estadual Joaquim Ricardo Teixeira (categoria Escola), Lucas Ferreira da Silva – Professor CEPI Novo Horizonte (categoria Professor da Rede de Ensino).

Cerimônia de premiação do XIII Fórum SBPC/GO de CT&I do Cerrado: A popularização da Ciência, realizado no dia 12 de dezembro, no Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, em Goiânia.
Cerimônia de premiação do XIII Fórum SBPC/GO de CT&I do Cerrado: A popularização da Ciência, realizada no dia 12 de dezembro, no Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, em Goiânia.

 

Steam4Girls

Carlos Roberto da Silveira Júnior explica que o projeto Steam4Girls: aprendizagem criativa para estímulo de meninas cientistas tem por objetivo a realização de oficinas voltadas para alunas do ensino fundamental de escolas municipais de Goiás, com o intuito de ensiná-las conteúdos interdisciplinares nas áreas de Tecnologia, Informática e das Engenharias.

O professor lembra que a ideia de desenvolver o Steam4Girls surgiu a partir de observações feitas quando ele participou de um projeto de extensão anterior, realizado em 2018, que promovia conteúdos de robótica para estudantes de escolas municipais. Ele recorda que as meninas participantes tinham receio de se envolverem nas atividades que relacionavam conhecimentos das áreas de Exatas e da Tecnologia da Informação. Daí, surgiu o interesse em criar um projeto destinado a atender as alunas de 8º e 9º anos de escolas públicas de Goiânia, para despertar o interesse das meninas nas áreas que envolvem o conceito Steam (sigla em inglês de Science - Ciência, Technology - Tecnologia, Engineering - Engenharia, Arts - Artes e Math – Matemática).

O projeto iniciou em agosto e se encerrou em 4 de dezembro. No encerramento das atividades do Steam4Girls, as estudantes participantes do projeto e as professoras das escolas públicas visitaram o Câmpus Goiânia do IFG e conheceram os laboratórios dos cursos de Engenharia. No próximo ano, as atividades do projeto continuarão, afirma o professor Carlos Roberto da Silveira Júnior.

Sobre o êxito do projeto, o docente destaca a parceria de empresas privadas apoiadoras e especialmente o envolvimento das alunas dos cursos de Engenharia de Controle e Automação do Câmpus Goiânia do IFG na iniciativa: “As alunas compraram a ideia, o projeto. Elas tomaram frente das oficinas. Então, tudo foi mostrando que o projeto tinha uma grande aceitação, um ideal inovador, que foi reconhecido pela SPBC. Isso é só um incentivo para a gente continuar”, considera o professor.

Veja mais fotos das atividades do projeto Steam4Girls no perfil do Câmpus Goiânia no Facebook

 

Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia do IFG

Notícias (Servidor)

Comunicados (Servidor)

Ponto Eletrônico

16/01/2020 16h10

Fim do conteúdo da página