Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Concâmpus aprova proposta de novo curso de especialização
Início do conteúdo da página
Pós-Graduação

Concâmpus aprova proposta de novo curso de especialização

Criado: Sexta, 21 de Fevereiro de 2020, 16h20 | Última atualização em Quarta, 11 de Março de 2020, 16h22

A previsão é de que as inscrições abram ainda este semestre e de que as aulas comecem a partir de agosto, com a anuência da PROPPG.

Concâmpus delibera sobre novo curso de pós-graduação
Concâmpus delibera sobre novo curso de pós-graduação

Em reunião do Conselho de Câmpus (Concâmpus) realizada na manhã de hoje, 21, na Sala de Reuniões do Câmpus Formosa do Instituto Federal de Goiás (IFG), foi aprovada por unanimidade a proposta de oferta do novo curso de Pós-Graduação Lato Sensu Tecnologia e Educação no Cerrado, com duração de 18 meses.

Na proposta, que ainda será submetida à apreciação da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG), o curso possui carga horária de 420 horas, com encontros presenciais realizados quinzenalmente na sexta-feira à noite e na manhã e tarde de sábado, e atividades a serem executadas a distância na plataforma Moodle. Conforme o projeto, o curso disponibilizará 40 vagas, entretanto 20 vagas serão preenchidas no primeiro semestre e as outras 20, no segundo semestre.

Elaborado pelo grupo de professores que integram o núcleo de pesquisa NEP-Bio Cerrado, o projeto tem como foco o Cerrado, o segundo maior bioma do Brasil e que está sofrendo com a devastação. “A temática principal é o cerrado e dentro dessa temática, desenvolver pesquisas em diversas áreas, na Educação, na Biologia, nas Ciências Sociais e outras”, afirmou o professor Marcos. O curso deverá perpassar por ainda por Turismo e Preservação do Meio Ambiente. De acordo com o professor, “o objetivo do curso é desenvolver vivências e técnicas didático-científicas que possibilitem agir em sociedade como multiplicadores de princípios importantes para a formação de uma sociedade preocupada com o Cerrado”. 

O público-alvo serão profissionais das licenciaturas e bacharelado das ciências biológicas e ciências naturais, ecologia, biomedicina, geografia, agronomia e das engenharias ambiental e florestal. Segundo o professor Marcos, “é um curso para aqueles que desejam dar continuidade à carreira científica e também para aquele professor que está na escola de base, para que ele consiga atualizar suas práticas”. É uma oferta que vem para ampliar a quantidade de especializações gratuitas em Formosa – além do curso Educação para Cidadania e deste que o IFG disponibilizará, a Universidade Estadual de Goiás também oferta outros dois cursos.

Os alunos cursarão, nos dois primeiros semestres, as disciplinas componentes da matriz curricular - como Informática Aplicada, Biodiversidade do Cerrado, Métodos Sustentáveis de Produção, Currículo e Organização do Trabalho Pedagógico, Etnoconhecimento em Meio Ambiente, Estatística Aplicada, Legislação Ambiental, dentre outras. O último semestre será dedicado ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

 

Setor de Comunicação Social/Câmpus Formosa

Fim do conteúdo da página