Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Projeto de alunos do curso de Engenharia de Controle e Automação é selecionado para 5ª Campus Mobile
Início do conteúdo da página

Projeto de alunos do curso de Engenharia de Controle e Automação é selecionado para 5ª Campus Mobile

Criado: Segunda, 06 de Fevereiro de 2017, 14h51 | Última atualização em Quarta, 22 de Fevereiro de 2017, 14h48
Alunos Marcel, Paulo Henrique e Gabriel. ( Foto: Mais Goiás/Divulgação)

Estudantes do curso de Engenharia de Controle e Automação do Câmpus Goiânia do Instituto Federal de Goiás (IFG), Paulo Henrique Rodrigues Flores, Gabriel Rufino de Carvalho e Marcel Felipe Aquino Ramos, foram selecionados para a 5ª edição do programa Campus Mobile. Classificados na categoria Educação com o projeto Livrando, a inovação busca suprir a carência de acesso a livros, por meio de uma plataforma virtual que disponibilizará publicações digitais com boa qualidade de resolução, através de serviço de distribuição de dados por pacotes (streaming).

O programa Campus Mobile é uma realização do Instituto NET Claro Embratel, que tem como objetivo identificar, estimular e contribuir para a formação de jovens talentos universitários com foco no desenvolvimento de conteúdos e novos serviços de telefonia móvel, visando também ao desenvolvimento social do Brasil. Nesta quinta edição do programa, foram inscritos 597 projetos, e apenas 52 equipes foram escolhidas para a primeira semana presencial do programa.

 

Projeto Livrando

Segundo os alunos do projeto Livrando, eles tomaram conhecimento do Campus Mobile quando participaram da 3ª Olimpíada de Empreendedorismo para Universitários Goianos, realizada no ano passado, e, assim, ficaram sabendo do programa. Os alunos tinham em mente desenvolver alguma solução para empreender. Foi então, que, a partir da observação do dia a dia acadêmico, surgiu a proposta de solucionar a dificuldade que eles vivenciam em obter livros da área de Engenharia de Controle e Automação, os quais usualmente são caros e com poucas edições disponíveis em bibliotecas, tendo que recorrer a fotocópias e a digitalizações de baixa qualidade. Essas alternativas acabam não remunerando os detentores dos conteúdos, como autores e editoras. Pensando, portanto, numa solução para esse dilema, o trio começou a pensar no projeto. “ A gente quer criar uma plataforma mais completa de livros e de materiais didáticos digitais a um baixo custo, porque geralmente o aluno não tem grana para custear as despesas com livros. Tudo isso oferecendo conteúdos de qualidade”, explica o estudante Paulo Henrique Rodrigues Flores.

A proposta do projeto é inicialmente trabalhar com livros didáticos digitais, por meio de uma plataforma com uma interface parecida a do Netflix. “ Por meio de uma barra de pesquisa, você digita o nome do seu livro, aí, você clica. E se a pessoa tiver um dispositivo mobile, vai poder baixar o livro”, esclarece Paulo Henrique Flores. Um diferencial da inovação é a possibilidade das editoras produzirem conteúdo destinado à plataforma de uma maneira mais dinâmica. “Por exemplo, se no livro você só pode ter a figura. Na plataforma, a editora pode produzir uma imagem animada, um gif, para mostrar, por exemplo, dimensões de movimentos, o que esclarece conteúdos de Física ou de outras áreas”, destaca o estudante Marcel Ramos. A intenção com o projeto é firmar parcerias com editoras.

Após a seleção no programa, a equipe conta que já está participando de aulas e palestras a distância, três vezes por semana, com ex-participantes do programa e mentores que estimulam o desenvolvimento da inovação. Nesta semana, entre os dias 6 e 10 de fevereiro, os estudantes Paulo Henrique, Marcel e Gabriel vão para São Paulo, para apresentarem o projeto a uma banca de avaliação. Nessa etapa presencial, serão premiados os três projetos com melhor desempenho em cada categoria (educação, facilidades, jogos). Os vencedores do programa 5ª Campus Mobile serão contemplados com viagem para a cidade de São Francisco e para o Vale do Silício, nos Estados Unidos, com visita à Universidade de Stanford, a ser realizada no mês de junho deste ano.

De Goiás, além da equipe do IFG – Câmpus Goiânia, também foram selecionados, nessa primeira fase, participantes de outras instituições de ensino, como estudantes da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC -GO).

 

Coordenação de Comunicação Social do Câmpus Goiânia.

Fim do conteúdo da página