Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Aluno > IFG > Últimas notícias > Lançamento do Projeto Células Empreendedoras terá transmissão ao vivo
Início do conteúdo da página
Empreendedorismo social

Lançamento do Projeto Células Empreendedoras terá transmissão ao vivo

Link do site para inscrição de estudantes será divulgado apenas durante o evento, que ocorrerá amanhã, 10

Alunos do Instituto Federal de Goiás que tenham interesse em participar do Projeto Células, como voluntários, precisam estar atentos à solenidade de lançamento do programa, que será realizada nesta terça-feira, 10, às 19 horas, no Teatro do IFG – Câmpus Goiânia. Durante o lançamento será divulgado, ao vivo, o link do site onde poderão ser feitas as inscrições. Serão abertas 150 vagas, distribuídas pelos câmpus que aderiram ao projeto.

Aos que não puderem comparecer à solenidade, haverá transmissão ao vivo, por meio do link: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/ifg. Para assistir à transmissão, é preciso acessar o link e entrar na opção Não tenho uma conta. Os servidores que tenham interesse em participar do projeto devem comparecer ao lançamento e entrar em contato com a coordenação do programa.

Estarão presentes no evento o assessor especial da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC (Setec/MEC), Aguinaldo Freire, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Écio Naves Duarte, representando o reitor, professor Jerônimo Rodrigues da Silva, a coordenadora do projeto no Instituto, professora do Câmpus Aparecida, Lillian Pascoal Alves, demais integrantes da coordenação do Células Empreendedoras, servidores e estudantes.

Projeto inovador no IFG e que já funciona em outras instituições de ensino do País, uma célula empreendedora é um grupo de jovens - no caso, estudantes do Instituto e demais participantes - orientados ou não por professores/mentores, que por meio das mídias sociais e de um ecossistema de ações de fomento à criatividade, são incentivados a terem mais autonomia e um espírito empreendedor, voltado para a criação de ações de desenvolvimento social, que consiga dar conta de problemas e questões que afligem o dia a dia das cidades e das comunidades regionais.

Coordenado nacionalmente pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), o IFG é o primeiro, dentre as seis instituições participantes em 2018, da implantação da metodologia Células Empreendedoras nesse ano, que será lançado em Goiânia e realizado em mais cinco institutos federais do Brasil: Paraná (IFPR), Rio de Janeiro (IFRJ), Rondônia (IFRO), Paraíba (IFPB) e Pernambuco (IFPE).

A coordenação-geral do projeto, por indicação da Setec, é do professor do IFG Wesley Pacheco Calixto. No Instituto Federal de Goiás, a equipe da coordenação do projeto conta ainda com os servidores: Brunna Carolinne Rocha Silva (Senador Canedo), Felippe dos Santos e Silva (Senador Canedo), José Alberto Gobbes Cararo (Valparaíso), Luiz Eduardo Bento Ribeiro (Senador Canedo), Márcio Rodrigues da Cunha Reis (Senador Canedo), Ruberley Rodrigues de Souza (Jataí), Sérgio Botelho de Oliveira (Goiânia) e Viviane Margarida Gomes (Reitoria).

Etapas

A primeira ação do projeto será o seu lançamento, que ocorrerá no dia 10 de abril, às 19 horas, no Teatro do IFG - Câmpus Goiânia. A segunda etapa, a capacitação dos multiplicadores/educadores - servidores - em cada instituto federal. A próxima ação - Maratona Células Empreendedoras IFG - acontecerá de 11 a 15 de junho (cada instituto fará a sua individualmente), também no Câmpus Goiânia, e contará com a participação de 150 alunos do IFG e cerca de 40 servidores/mentores, divididos em equipes e que participarão de palestras e farão discussões sobre soluções para os problemas locais/sociais da cidade ou região. Essa etapa já será uma primeira competição, cujos cinco grupos vencedores serão selecionados para as próximas fases. Serão premiadas com troféus e um programa de formação on line (Living Lab) - próxima etapa, a ser ofertado durante dois meses, para que as empresas em formação se transformem em negócios de alto impacto, as chamadas startups. A partir do Living Lab, o cronograma será divulgado posteriormente, mas conclusão de todas as fases deverá ocorrer até o final de 2018

A próxima fase será a realização de uma Conferência de Inovação e Empreendedorismo, já com a participação de todas as equipes selecionadas dos seis institutos, quando os resultados dos projetos serão apresentados à comunidade. O evento terá dois dias de duração e contará com palestras de pessoas renomadas e uma Rodada de Negócio, em que os empreendedores concluintes do programa apresentarão seus projetos a brokers/investidores externos. No evento serão selecionados pelos investidores convidados, os três melhores projetos de alunos e os três melhores educadores/mentores.

E por fim, os participantes passarão pela Jornada Empreendedora, quando dois representantes das três melhores equipes ganhadoras do Living Lab, escolhidos na Conferência final, junto com os três melhores educadores mobilizadores de todo o programa, serão premiados com viagem de intercâmbio para conhecer o ecossistema de referência mundial, o Porto Digital, em Pernambuco.

O projeto prevê ainda o lançamento de um portal nacional de Tecnologia Educacional IF, para educar, integrar e disseminar as atividades empreendedoras dos institutos federais. Será um portal exclusivo dentro da rede Células Empreendedoras com notícias, artigos e informações das células, mentores e parceiros das instituições, de todos os participantes.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

 

link(s) relacionado(s):

Notícias (Aluno)

Fim do conteúdo da página