Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Debates marcam as comemorações ao Dia Internacional da Mulher no Câmpus Luziânia
Início do conteúdo da página
Dia Internacional da Mulher

Debates marcam as comemorações ao Dia Internacional da Mulher no Câmpus Luziânia

Criado: Quinta, 08 de Março de 2018, 17h15 | Última atualização em Sexta, 13 de Abril de 2018, 08h46

As atividades continuam nesta sexta-feira, 9

imagem sem descrição.

Estudantes e servidores participam, nesta semana, das atividades em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Mesas redondas, cine pipoca e palestras marcam essa semana de discussão no Câmpus Luziânia. As atividades são abertas à comunidade em geral e continuam nesta sexta-feira, 9 de março.

Para o diretor-geral do Câmpus Luziânia, professor Reinaldo Reis, essas atividades são iniciativas importantes que buscam esclarecer sobre os direitos e conquistas das mulheres. “Esperamos melhorar a conscientização, pois no nosso país ainda temos muito o que fazer com relação a dignidade da mulher”, afirmou Reinaldo Reis.

Ontem, importantes debates foram realizados. A mesa redonda com as professoras do câmpus, Patrícia Machado e Paula Almeida, trataram sobre Os homens que não amam as mulheres e Ideais feministas sobre gênero, raça e violência. Já no período noturno, as discussões envolveram os temas Violência contra a mulher no município de Luziânia: cenários e desafios, com a Delegada da Mulher, Dilamar Aparecida de Castro Souza; e A subjetividade das mulheres vítimas de violência conjugal, com o professor de Psicologia da Universidade de Brasília, Jonas Carvalho e Silva.

Segundo o professor de psicologia da UnB, Jonas Carvalho, “é importante pensarmos que todas essas comemorações e festividades caracterizam um momento de festejar a existência das mulheres. O Dia Internacional da Mulher caracteriza-se também por momentos para pensarmos as experiências de autonomia e de construção de subjetividade das mulheres”.

Em um café da manhã coletivo entre as servidoras do Câmpus Luziânia, realizado na manhã desta quinta-feira, 8, a gerente de Administração, Ione Velame, agradeceu a todas as presentes por poderem partilhar destes momentos. “Hoje o dia é importante não só por representar o Dia da Mulher, mas também por representar toda a força do universo. Pois, mulher é isso. Ela luta, ela inspira, ela sofre, ela alegra”, comentou Ione Velame.

Além de toda a comunidade acadêmica, mobilizada pela chefe de Departamento de Áreas Acadêmicas, professora Marizângela Bortolo, participaram também das atividades as mulheres da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e seus familiares, da Escola Municipal Dona Geni da Costa Afonso, localizada no Jardim Ingá.

 

Exposições

A comunidade pode apreciar a exposição “É coisa de Mulher”, situada no pátio do bloco acadêmico; a exposição fotográfica, feita pelo estudante Paulo Morais, no mural do Grêmio Estudantil; e a exposição de desenhos, da ex-aluna Ana Luiza Alves e da aluna Ariadne Freitas, dentro da sala do Grêmio.

As comemorações continuam nesta sexta-feira, 9, com a palestra Mulheres e as lutas trabalhistas, que será ministrada pela professora socióloga Juliana Freitas, às 9h, no pátio do bloco acadêmico.

As atividades do Dia Internacional da Mulher são fruto da parceria entre IFG – Câmpus Luziânia, Sinasefe – Seção Luziânia e Grêmio Estudantil do câmpus.

 

Veja as fotos.

 

Coordenação de Comunicação Social / Câmpus Luziânia.

Fim do conteúdo da página